terça-feira, 11 de agosto de 2009

Eu, Gustavo, te convido para...

Ahhhhhhh cambaaaaaada,
mais um dia de post aqui (como se te importasse muito né?)

Pois bem, novamente não tenho ideia (sem o acento) do quê escrever.
Não. Não vou falar sobre a (maldita) reforma ortográfica.

...

Já sei! Vou falar sobre festas de aniversário!
(aproveitando que o meu está próximo...me mandem os parabéns por e-mail)
Mas festas de aniversário de criança. Não as pessoas com mentalidade
de criança (isso me inclui PARCIALMENTE) e sim crianças de verdade.

Festas de criança, parafraseando Bruno Mazzeo, é (em boa parte das vezes) a maior cilada.
Vai estar cheio de crianças chatas e mal educadas, adultos idiotas, "lembrancinhas" toscas
e os brigadeiros vão acabar antes do parabéns.

Nesse post usarei as festas em buffets, tornando assim, minha vida mais fácil.
E também seguirei uma ordem cronológica dos acontecimentos.

Vamulá.


O convite

É nessa hora que começa o martírio. Você está super feliz porque vai ter o fim de semana
para descançar e ao chegar em casa vê (isso perdeu o acento também?) o odioso
papel colorido na sua caixa de correio. E junto vem um bilhetinho da mãe da
criança: "Vou estar te esperando".

Você já deve ter passado por isso. É nesse momento que você nota que, na verdade,
terá horas extras de trabalho durante seu suposto dia de descanço.


O local da festa

Repare bem na foto acima. Depois lembre-se dos buffets infantis que você já viu.
Sim, todos tem cores chamativas, nomes toscos e um personagem gigante na faxada.
Acho que não é necessário dizer que as cores desbotam rápido, que o nome dá enjôo e que
qualquer um odeia o personagem que está na frente do buffet.

Você dá seu último suspiro em um ambiente normal e entra no (purgatório?) buffet.
A decoração é horrível, há centenas de brinquedos (ao estilo piscina de bolinhas, trenzinho,
gira-gira, escorregadores, trepa-trepa [no bom sentido, afinal, são crianças.]) feitos especialmente para causar o choro da pivetaiada, funcionários de saco cheio e pais
idiotas que mimam demais seus filhos (os filhos deles).

Sem mais palavras.


O pai/mãe da criança que está fazendo aniversário

Os pais dessas crianças são extremamente burros, desligados, lerdos e afastados, assim como
os pais do Timmy!!!

Pais que pagam 5000 reais por uma festa, na qual a criança irá simplesmente correr, se machucar e encher o saco dos convidados, tem sérios problemas mentais.
É muito óbvio que eles dão essas festas só pra calar a boca do pivete por mais um ano.
Claro que não funciona, porque se você entrar o quarto do capetinha vai ver os brinquedos
mais caros da atualidade.

E apesar de serem o exemplo de "como NÃO ser um bom pai", são eles que te arrastam para
a festa, fazendo piadas idiotas, risadinhas falsas e se gabando pelo preço do buffet.

Bem que eles podiam pagar só pra você ir na festa. Quem gasta CINCO MIL REAIS com
uma criança chata, pode gastar 50 com a pessoa que eles obrigaram a ir.


Conhecendo a razão do sofrimento

Tudo pelo que você passa numa festa é gerada por um único ser: o aniversariante.
Pode ter certeza, se ele pode fazer algo para tornar a vida de todos os convidados um inferno,
ele o fará.

São crianças extremamente chatas, resmungonas, mimadas, frescas e burras.
Se você der um livro da mão deles, eles usaram o livro como escudo na 3ª guerra mundial.
E pra ajudar, os pais da criança farão questão de tirá-lo da correria por entre as mesas
e farão você falar com a "adorável" criança.

Isso se ele não te chutar antes.


Procurando um lugar para passar 70% da festa

Está claro que você não queria nem chegar perto da festa, mas já que você
foi e não está afim de fazer nada, o próximo passo é achar um bom lugar para se sentar.
Tem que ser confortável, fora da visão das crianças, perto da saída e de preferência perto da
mesa dos doces.

Observando a foto acima você verá logo de cara o quão fácil é esta tarefa.
Sim. Você é a pessoa que está em pé alí na esquerda.

E escolha bem, será o lugar que você passará mais tempo durante a festa.
A menos que você encontre uma pessoa "interessante" (se é que me entendem) e resolva
gastar seu tempo em uma coisa que é bem melhor do que ver crianças vestidas
com fantasias do batman, superman, homem aranha e princesas disney.

Não se engane, dependendo da idade delas, as princesas disney estarão de um lado
falando o quanto meninos são bobos, idiotas e infantis.

É a partir dessa hora que você se serve de TUDO que passam oferecendo, seja
coxinhas, bolinhas de queijos, bolinhos de bacalhau (é...server isso pra crianças...)
e refrigerante (porque é o único líquido que há nessas festas).


A fase de desespero


Lá está você. Entediado, de saco cheio de ouvir berros e choros desnecessários e
pensando sériamente em "por que eu não falei que peguei a gripe suína?!"

Provavelmente você está a mais tempo do que gostaria na festa (o que começou logo
após você chegar) e é bem capaz de já ter passado mais de 1 hora desde que você se sentou.

Seus nervos estão à flor da pele e se fingir de morto parece uma solução convidativa.
É durante a fase de desespero que vários pais (dos pivetes que você quer trancar no banheiro do buffet) lhe perguntam coisas como: "você tá gostando da festa?", "já experimentou os salgadinhos?" e "tá vendo aquele alí, com a roupa do flash? É meu filho! Lindo né?"
Obviamente você forçará um sorriso e responderá que sim a todas essas perguntas.
Não negue...todos fazem isso.

Felizmente é uma fase relativamente curta, pois quando você está prestes a subir no
escorregador e se jogar de lá de cima você se toca e resolve seguir para o próximo passo.


Roubando brigadeiro antes do parabéns

Você pode estar se perguntando: "por que o retardado fala dos brigadeiros e coloca uma
foto que também tem beijinho?!"

Simples. Porque eu adoro beijinho.
E sejamos francos, é impossível roubar só UM brigadeiro.
Nome meu caso (sim, eu faço isso) eu pego 1 brigadeiro e 1 beijinho.
E 1 de cada outro que tiver também...

Não me julgem!!! Todo mundo já fez isso!!
Vocês também já fizeram, eu sei!!!!!

Enfim... roubar algum doce melhora um pouco o fato da festa ser uma chatice.
E impede um suicídio.


O parabéns

A hora do parabéns é uma das melhores horas de uma festa de aniversário.
Por que???

1 - Significa que a festa está mais pro final do que pro começo
2 - Significa que vão parar de servir os salgadinhos (que a essa altura já estão frios)
3 - Significa que as crianças vão parar de correr e gritar
4 - Significa que os pais dessas crianças vão parar de te fazer parguntas idiotas
5 - Significa que as pessoas vão parar de prestar atenção em você (sim, isso é bom)

É, o bolo vai ser pequeno, fresco e provavelmente vai ter gosto de chocolate mesmo
tendo 13972931984 mais cores que o arco-iris.
Sem falar que o glacê é horrível. Mais pelo menos você vai poder comer.

Mais por outro lado, os brigadeiros e os beijinhos vão estar (oficialmente) liberados e
que pessoas com mais sorte poderão ir imbora da festa.
Isso não te inclui. Não fique triste...também não me inclui.


O pós-parabéns

Não se enganem pela imagem...Eu adoro Batman, é meu super herói favorito
(SEGURA ESSA SUPERMAN!!!!) e também adoro o Alfred.
Só botei a foto porque o Alfred é o melhor garçom dos quadrinhos. Duvida???
Quantos garçons mordomos dos quadrinhos lutaram numa guerra???
Pois é. Caso encerrado.

No período pós-parabéns, os garçon irão servir os mesmos salgadinhos, só que requentados
e mais borrachudos. O bolo já vai ter acabado, assim como todos os outros doces.
A pivetaiada vai estar cançada e os pais delas vão se sentar e começar a conversar sobre
assuntos divertidíssimos, como política, novos tratamentos estéticos e sobre seus
maravilhosos filhos.

É nessa hora que você vai relaxar um pouco mais e começar a aproveitar a festa,
afinal ninguém vai se preocupar em te fazer novamente as mesmas perguntas, os pais
do aniversariante já se gabaram demais por ter gasto 750 reais no bolo e nenhum pivete
irá gritar a plenos pulmões do seu lado.

E é também uma boa hora pra puxar conversa com aquela garota
interessante que eu falei antes.


Os convidados começar a ir imbora

Eles já conversaram, beberam, comeram e agora começam a ir para suas casas.
Por que na 3ª pessoa? Porque você não vai embora agora.
São pessoas mais afortunadas que você e eu.

Consequentemente é nesse momento que os mesmos pais chatos que conversaram com você
(a recíproca não vale) irão se despedir de todos e levarão os filhos juntos.

É nesse momento que você começa a ficar feliz.
Não se iluda. Não terá concorrestes a miss, de biquine na festa.


Começa a limpeza no buffet

Essa é uma das horas mais cruéis nos buffets infantis.
A decoração já está no lixo, não há mais nenhum outro convidado, os pais do aniversáriante
estão conversando com (a única pessoa que sobrou) você, os funcionários estão estressados e
o capeta causador de todo o caos já está dormindo no carro.

Mas aí você pergunta: "Então por que é cruel??"
Porque você ainda está lá e até que só sobrem você e a pessoa que fechará o buffet, você
não poderá ir para a sua casa...ou um bar, caso você precise esquecer os dolorosos momentos
que passou durante o dia.

Pois bem, os pais do pivete estão lhe agradecendo por ter ido ("ahhh, foi ótimo ter vindo!")
e não sobrou nada para "enfiar" - delicadamente, claro - na boca deles.

Mas você tem esperança! Está quase NA hora!


A salvação

"LIBEEEEEEERDAAAAAAAAAAAAAAADEEEEEEEEEE!!!"

Está você lá, no meio do salão do buffet, vendo a pessoa que irá trancar o mesmo se aproximando.
Os pais do garoto acabaram de sair.
Você vê pela fresta na porta um céu levemente azulado, uma brisa lhe refresca e você percebe pela primeira vez em anos que o mundo não poderia ser mais bonito.
Você comprimenta o funcionário e juntos se dirigem para a saída.
Ao sair, você adimira tudo até onde sua visão alcança. Se ajoelha. Exasto.
Levanta as mãos - com punhos cerrados - e agradece aos céus por existir um mundo inteiro
à sua frente.
Se levanta, se vira, olha novamente para o buffet, solta um pequeno sorriso e se dirige
para a maior glória que você poderia ter naquele dia: o fim.


Conclusão

Apesar disso tudo, eu gosto de festas de criança.
São mais divertidas que os churrascos daquele seu tio de 3º grau...e é bem mais fácil
arranjar alguém com quem conversar.

Sem falar que eu gosto de criança... não das chatas que te chutam e gritam, mas de crianças
que foram corretamente educadas por seus pais.
E é bem provável que a criança tenha uma prima mais velha e...hã...deixa pra lá.

Também sempre há a possibilidade de você dedurar tudo que as crianças fizerem de errado.
E na comida...e os refrigerantes (você realmente acha que crianças iriam beber água??)

Por pior que possa parecer (e ser...) há coisas boas nas festas infantis sim.
Com sorte as lembrancinhas serão balas e não balões e apitos, afinal, quem paga 1200 por
um show meia boca de mágica, pode pagar R$7,50 por um pacote de
bala de yogurt (sim, aquelas rosinhas).



É isso aí cambada, mais um post acabou...comecei a escrever ele ontem de noite...
acabei agora, 4 pras 7 da noite...mais ou menos quando algumas festas infantis acabam, afinal
os capetinhas tem uma soneca antes de durmir definitivamente.
Com ajuda da babá, claro. Os pais estarão no quarto fazendo coisas não religiosas.

...

...

...

O pai vendo playboy e a mãe G Magazine.
Cada um de um lado da cama.

...

O quê??? Você acha realmente que todo aquele "Nosso garoto não é lindo, amor???"
é verdade??? Acorda pra vida...

See ya.
Related Posts with Thumbnails

0 comentários: Aquela ,Ein ,Ein!, Eu, blog ,opinião ,internet, 1 ,2 ,3 ,4 ,5 ,6 ,7 ,8 ,9 ,0 ,top ,x ,coisas ,vê ,isso ,links ,semana ,post , contos ,de ,duendes ,até ,quando ,acordes , aviso ,acorde ,vícios ,matinais ,porquês ,e ,afins ,vida

Postar um comentário