sábado, 20 de fevereiro de 2010

Medidas perfeitas, bonecas perfeitas - Parte 1

Aaew cambaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaada!!!

Acho que os cuecas vão gostar desse post. Esse é mais do que um protesto, é um pedido a todas as mulheres do mundo e as fábricas de roupas.

Let's rock.


O início de tudo
Muitos anos atrás, antes mesmo de eu eu e você nascermos, o ideal de beleza feminino era completamente diferente do que é hoje:

Era uma época na qual a real beleza importava. Plástica, nem sonhando. Silicone, impossível.
Era uma época na qual o ideal se baseava no "de nascença": se você tinha, tinha. Se não tinha, você não valia a pena.

Era uma uma época em que homens de todo o mundo olhariam para uma mulher e realmente viam como elas eram, sem efeitos, sem mentiras.

Eram tempos felizes, senhores.


O ideal é corrompido

Senhores, a semente do mal foi plantada no longínquo ano de 1958, quando surgiram as armas contra a vontade da natureza: as próteses mamárias.
Obivamente, não demorou para que o mal se alastrasse, surgindo assim demais cirurgias estéticas e o amplo mercado de cosméticos.

O fato, meus caros, é que o ideal foi corrompido. Avançando na história, chegamos aos anos 80, década na qual surgiu o movimento responsável pela ampla divulgação da trapaça aqui no Brasil: surgia o Funk.



Notem aliás, a contradição entre o tema da "música" com o "nome" do "músico".

Mas o Funk não é o único responsável, o Axé, que também surgiu na década de 80, teve e tem grande contrinuição para o cenário atual. Como os senhores podem ver, foi um ataque maciço, multi-direcionado, cruel.

Devemos "agradecer" não apenas aos tipos de música, mas também a mídia e a publicidade:

E das próprias mulheres:

Aqui lhes dou uma lição importante senhoras e senhores: independência não é beleza.


De quem é a culpa

Senhores, vejam a primeira imagem do tópico acima. Aquilo é a realidade, e isso:

É no que querem que acreditemos. Nada disso é real, nada disso existe, é tudo artificial.
Sou capaz de apostar minha vida de que todos os recursos e ferramentas do Adobe Photoshop foram aí utilizados, bem como quilos de maquiagem.

Muitos anos atrás, nós homens, após anos e anos de influência, conseguimos uma faca de dois gumes: ovacionamos tanto a aparência "perfeita" nas mulheres e não nos demos conta de que criávamos monstros. Esta senhores é, infelizmente, a verdade.

Por um lado, as mulheres tinham o nosso sonho como sonho delas: "medidas perfeitas":

Por outro, criamos a necessidade de aprovação. Influenciamos as mulheres a parecerem "perfeitas", não importando o preço.

Foi o que motivou a indústria de cosméticos, as cirurgias plásticas e o uso de "medicamentos". Todos os setores e todas as mulheres visavam unicamente a "perfeição física".

Enchemos tanto o saco, por gerações, e quando finalmente conseguimos, vemos que o que mais desejávamos era uma ilusão.


Porque

Taí uma questão que toma conta do meu pensamento de tempos em tempos.

Em que momento da história, o ser humano passou a considerar que a bunda e o peito de uma mulher era "a melhor parte"? Quero dizer, por que essas duas partes em especial? Por que não orelhas e cotovelos, por exemplo? Não estou reclamando, não tenho nada contra tal escolha, mas o porque de serem as partes escolhidas é uma dúvida que assola minha mente.

Se há tantos anos atrás, quando tal "escolha" foi feita, se fosse com as orelhas e os cotovelos, com absoluta certeza a história de lá para cá seria completamente diferente. Se melhor ou pior, só nos resta a dúvida.


Os dias atuais

E chegamos a década 10. Estranho dizer isso, não?

Estamos na era da informática. A tecnologia nos permite modificar tanto a imagem de uma pessoa quanto a pessoa em si. Vemos diariamente mestres em Photoshop modificar assustadoramente milhares de pixels. Todos os dias milhares de mulheres se submetem ao bisturi de cirurgiões plásticos.

Não precisa muito, no recém terminado Carnaval mesmo: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui vemos mulheres artificiais, caros senhores. Por mais "esculpida" que uma imagem seja, ainda sim não deixa de ser artificial.

E é sobre as armas que falaremos agora.


A intenção


Desde que se sabe, a humanidade é patriarcal, ou seja, o comando é do homem. Essas mulheres querem inverter isso e é claro que não podemos deixar.

Meus caros, imaginem-se num mundo onde você é obrigado a ouvir cantadas imbecis, levar tapas na bunda de estranhos e ter que dobrar sua própria roupa. Cruel, eu sei.

É com as armas que falarei a seguir que as mulheres querem inverter o jogo, nos transformar em capachos, seres submissos. E pode ter certeza, quando uma mulher conseguir inverter essa situação com um homem, ela fará EXATAMENTE a mesma cara de satisfação da imagem acima.


Armas

Chegamos agora a parte mais importante e o que me motiva a fazer este post: os recursos utilizados pelas mulheres para nos ludibriar.


Botox
Eis o famoso Botox. Caso algum de vocês não saiba (e não saiba inglês também) o Botox é uma toxina, o que significa que é um produto tóxico.

Famoso pelo seu efeito de "puxar" as rugas, o medicamento foi originalmente produzido como cura para o estrabismo, passando depois para tratamentos terapêuticos e finalmente se tornando uma arma.

O Botox é o responsável por fazer aquela sua tia cinquentona parecer assim:




Modeladores e Esparilhos


Sim, aqueles que "realçam os seios, reduz a barriga, modela o bumbum e afina a cintura".

Já entenderam, não é mesmo? Sempre vejo a propaganda na TV e imagino o quanto deve ser broxante para nós homens ao ter que tirar a peça de uma mulher na hora H.

Simplesmente traumatizante.


Photoshop



O supracitado Photoshop pode ser considerado umas das ferramentas mais poderosas hoje em dia. Como todos bem sabemos, o Photoshop é o melhor editor de imagens do mercado e como não poderia deixar de ser, é a ferramenta máxima no mundo virtual.

Quando fiz a pesquisa dos vídeos desse post, só no YouTube achei 198000 resultados com o termo "photoshop", entre eles, esse vídeo:



No qual o "professor" menciona inclusive o Botox.

Esse aqui:



Englobando assim os 2 campeões em relação o Photoshop: aumentar os peitos e diminuir o peso.


Salto
e sapatos

Do ponto de vista da imagem, de longe o mais inofensivo. Claro, todos sabemos que os saltos altos prejudicam postura, coluna e outras partes do corpo, mas não é disso que o post trata.

Também é uma peça de roupa que divide opiniões masculinas: uns gostam de garotas altas enquanto outros gostam das baixas.

"Mas por que então você colocou na lista?!"

Exatamente pelo que falei no parágrafo anterior: devido a divisão das opiniões é frustrante ver uma garota baixa parecer alta e vice-versa.


Cirurgias plásticas

Mestre Ivo, eu o saúdo!

"Mas porra!!! Você tá falando que cirurgia plástica é uma merda e saúda o cara?!"

Sim, cirurgia plástica é ruim(...) mas um cara que já pegou nos peitos de mais de 10.000 mulheres é Mestre.

Enfim, alí em cima falei que cirurgias plásticas são ruins, mas é meia mentira. As primeiras cirurgias plásticas (bem como ocorre até hoje) surgiram com a finalidade de tratamentos médicos e não estéticos. Ou seja, quando se trata de reconstruir o braço de uma pessoa, corrigir má formação da pele, etc. a cirurgia plástica tem meu total apoio. Sendo assim, além do bônus já citado, Mestre Ivo Pitanguy é Mestre por ser um dos melhores cirurgiões em sua área de trabalho.

Falando agora da plástica com finalidade estética, é algo completamente desprezível.

Existe um programa, o Virtual Plastic, que é basicamente uma junção de algumas ferramentas do Photoshop, mas com a única intenção de ter o efeito de uma plástica real:


Cirurgias plásticas é o auge da mentira que uma mulher (e homens também) pode "contar".
É descaradamente o método artificial mais aceito no mundo. Todos aqueles resultados literalmente horíveis são resultados de cirurgias plásticas levadas ao extremo e que deram (e só poderiam dar) errado.

Senhores, pelo bem da masculinidade, temos de ganhar esta guerra.


Armação/Barbatana no sutiã


Eu sei que não é o que quero mostrar, mas peder uma chance assim é cruel.

Armação é responsável por enganar MUITOS homens no mundo. Sabe aquela piadinha da velha que tenta se matar? Essa aqui:

Era uma vez uma velhinha, estava cansada da vida, cheia de problemas e resolveu se matar.
Foi ao médico e pediu pra ele lhe dizer a localização exata do seu coração, e ele disse que era três dedos abaixo do seio esquerdo.
No outro dia saiu uma manchete no jornal dizendo:
"Idosa tenta se matar com um tiro no joelho!"

Pois é, a armação faz justamente isso: deixa os seios das mulheres "no lugar certo", fazendo-os parecerem maiores, mas duros, enfim, "melhores". É um absurdo, meus caros, eu sei. Mas é a realidade, a infeliz realidade.

Pois é. Agora você sabe.


Implantes de silicone e outros produtos
Apesar de serem implantados por meio das cirurgias plásticas, o silicone, a gordura, os moldes, etc. são praticamente um ramo a parte hoje em dia.

Não importa se é nos seios, na bunda, na panturrilha, bochechas, lábios nem em qualquer parte do corpo, se é feito por motivos de estética é pura falsidade da mulher que se submeteu a isso.

Basicamente, o que as próteses fazem é aumentar o local no qual foram implantadas. Não preciso dizer que dependendo do método, a taxa de rejeição é alta e que os riscos são enormes.
Mestre Ivo mesmo afirma que nunca fará uma cirurgia plástica na vida, pois como Mestre ele sabe dos riscos e das consequências.

E falando com relação ao resultado, vemos implantes tão ridículos:

Que é difícil pensar como alguém pode gostar de ter/ver uma coisa dessas.

Companheiros, lhes imploro, juntemos nossas forças e acabemos com tal indústria opressora!


Clínicas de estética


Chegamos ao QG do mal.



Bem como o banheiro feminino é o QG de tudo que uma mulher quer saber e fazer, as clínicas de estética são os QGs de tudo que as mulheres superficiais querem ser.

É aqui que as ordas inimigas se reúnem para planejar seus próximos ataques. É que as grandes patentes ficam. É aqui onde as comandantes supremas (massagistas, depiladoras, dermatologistas e mestras de Yoga) dão as ordem para o resto do exército.

Senhores, fiquem prontos para uma árdua empreitada.


Roupas

Eu sei que parece que vai vir uma piadinha de merda, mas não vai, ok?

Todo estilista, fashionista, viciado e muitas pessoas normais sabem que uma roupa pode mudar muito sua imagem. E é uma verdade, todo mundo tem uma roupa na qual fica com uma aparência melhor. A minha por exemplo é um saco grande de estopa no qual eu posso entrar e assim ficar menos feio.

Claro, a foto acima não é o exemplo de roupa que melhora nada (muito menos a bolsa, a pulseira, o anel e os sapatos) mas é uma foto em boa qualidade (graças ao Photoshop, obviamente).
Aliás, podem marcar a senhorita da foto acima como poser e adepta da enganação de homens inocentes.


Acessórios

Já que toquei no assunto, jóias (principalmente jóias) e outros acessórios usados por mulheres "para dar aquele brilho" são parte do plano malígno dessas dissimuladas.

São os acessórios que dão o toque final na aparência que fará você rastejar por uma mulher para que depois ela possa destruir sua vida.

Como por exemplo as meias.


Bojo/Enchimento

Bojo: o vilão dos vilões. O motivo pelo qual faço este post.

A maior crueldade que uma mulher pode cometer é usar sutiã com bojo. É terrível! Dá falças esperanças a homens de todo o mundo e quando descobrir a verdade, é devastador.
Não consigo exprimir em palavras o que sinto em relação a tal ferramenta.

É arrasador para um homem saber que tudo que ele admirava era falso. Como todos sabemos, os peitos são a comissão de frente, o convite para qualquer outra coisa que venha (ou não) depois.

Imagine-se prestes a comprar o carro que você sempre sonhou. Você faz o test-drive e descobre que o carro é instável nas curvas, que o porta-malas é pequeno e qua a buzina é feia.

Não tenho mais palavras sobre o assunto... é... muito... triste...

As destruidoras de sonhos

É uma raça abundante nos dias de hoje. Infelizmente, elas se reproduzem rápido.
Vamos aos tipos.


Multi-armas


Aqui vemos uma clássica: a que usa duas armas ao mesmo tempo. Se o bojo e a armação sozinhos já eram perigosos, juntos são praticamente invencíveis.

Tomem cuidado, meus caros, é a espécie dominante nos dias de hoje e são muito perigosas.


A boneca

Essa é a adépta das cirurgias e cosméticos. Se alguma parte de seu corpo pode ser cortada e/ou lambuzada, essa parte será cortada e lambuzada, não importanto com o que, desde que elas gostem do resultado.

É nesse grupo que vemos coisas absurdamente what the hel, como por exemplo colocar 1,750 l de silicone em cada seio.


"The look"

Quem mais poderia ser...?

Esse tipo aposta nas roupas, acessórios, modeladores, sapatos e qualquer outra peça do vestuário. Os mais diferentes estilos tomam conta dessa classe. Obviamente nem sempre tem bom gosto, mas uma coisa é certa, independente do que ela esteja vestindo: ela SEMPRE vai estar com uma roupa que chame atenção.

Fácil de identificar, fácil de escapar.


Adeptas do exentrismo

Adéptas de tudo, mas com a intenção de modificar completamente a aparência SEMPRE com a intenção de ser única no mundo. Bem... isso elas conseguem...

De longe o tipo mais raro e mais fácil de identificar. Creio que não preciso falar mais nada.


Pacote completo

Quem melhor do que Cher para exemplificar tal tipo?

Este tipo aqui briga com o tipo anterior pelo título de mais raro do mundo. Fazem de tudo para conseguir o visual que querer, desde simples lipoaspirações até interveições altamente invasivas.

Nesse sentido, Cher pode ser considerada a Rainha do grupo, apesar de sua aparência ser normal (e estar MUITO bem para sua idade).


Então é guerra
Senhores, vos convoco aos seus postos!

Criamos nosso Hyde, mas é hora de acabar com ele. É hora de nos rebelarmos, por mais difícil que isso possa ser. Devemos dar um basta na escravidão na qual colocamos homens e mulheres.

Senhores, é dever dos instruidos iluminar os pecaminosos. Devemos acender as lamparinas do juizo de nossas mães, irmãs, esposas... Devemos trazer sabedoria para a mente das que há muito foram sequestradas pelo lado negro da força ("PORRA, NEGÃO!").

Devemos exorcisar as mulheres que foram arrebatas pelas garras do submundo. Promovamos um boicote às cirurgias plásticas. Vamos obliterar os sutiãs enganosos, esmigalhar Wayfarers, picotar roupas ardilosas, queimar cremes anti-rugas.

Senhores, minha proposta é simples: vamos concientizar nossas mulheres. Vamos explicar para elas que o natural é melhor. Vamos ensiná-las a ter orgulho de quem são.
Senhores, nosso dever é um só. Um dever em comum, que une todos os homens do mundo na luta pela verdade. Um dever pelo qual temos de dar nossa vida.

Senhores... colegas... amigos... devemos, pelo bem da humanidade, ensinar às mulheres nossos desejos.


Métodos de identificação e conversão

"Sai desse corpo que não te pertence!!!!"

É muito fácil identificar os tipos quando já os conhece (se você leu até aqui, você já conhece). Mas para dar uma ajuda a mais, vai aqui um tutorial básico de como identificar seios com silicone (apesar de algumas dicas valerem para outras partes do corpo também):



Infelizmente o vídeo está em inglês e não são todos que irão entender, mas ainda sim vale a pena assistir.

Daqui para a frente o assunto é a "conversão".

Como já disse, por anos criamos um estereótipo de beleza e as mulheres o aceitaram. Agora, infelizmente terei de usar clichês, opostos uns dos outros.


Tipo 1

Por um lado (o que eu não gosto, mas apóio...) podemos falar que "as coisas boas da vida são feitas pelado" e que "homem não liga pra roupa".

Ambas não deixam de estar certas: homens não se importam com se importam com sapatos, brincos, nem nada disso.

Por outro lado, o ideal partiu de nós, ou seja, homens gostam de peitos e bundas grandes, cinturas finas, coxas torneadas, etc. Com isso, fazemos algo que a evolução nos ensinou: esquecer o que passou. Mulheres que não se enquadram nesse ideal são automaticamente deixadas de lado, o que só estimula a vontade dessas mulheres de entrarem para esse ideal e assim recorrer aos métodos já falados.


Tipo 2

Como bem falei, esse aqui é o oposto: se o primeiro é a visão mais machista, este é a visão mais romântica.

"Se um homem realmente gostar de uma mulher, para ele não importa como ela é por fora, e sim como ela é por dentro". E bem como os clichês anteriores, este também é verdade.

Apesar de eu ainda não ter falado, acho que está implícito que estou generalizando, mas que SEMPRE há exeções. É óbvio que existem mulheres que não ligam a mínima para tal ideal de beleza, como é óbvio que há homens que não ligam também. Não posso afirmar se são felizes ou não, pois isso depende de cada pessoa.

A questão é que "tudo foi feito aos pares". Antes que alguém pergunte (como se alguém fosse perguntar...) não acredito em "alma gêmea", mas sim que tudo e todos tem algo ou alguém com quem se relacionar.


Juntando 1 e 2

Na minha singela opinião, o meio termo é que vale.

É verdade que homens não ligam para o que uma mulher está vestido desde que ela seja (por ele) considerada gostosa, mas é verdade também que se um homem gostar de uma mulher, ela não precisa ter "as medidas perfeitas" para que ele a ache a mulher mais linda do mundo.


Medidas perfeitas, salvação, desejos e afins

O ideal segue regras gerais, mas muda conforme o homem. Pelos padrões de beleza atual (gerados a partir do ideal), para uma mulher ser considerada bonita ela tem que ser magra, ter seios e bunda de tamanho médio-grande, cintura fina, acima de 1,60 m. Isso é o básico.

Como eu já disse (e já repeti) as mulheres seguem esses padrões para serem aceitas pelos homens e consequentemente pelas outras mulheres. Um pouco acima, falei que temos que mostrar nossos desejos para as mulheres.

Seguindo o ideal, o que queremos são as medidas perfeitas: busto e nádeas fartos. Essa é a premissa básica. Conheço (como tenho certeza que você conhece) homens dos mais variados gostos: uns preferem os seios, outros preferem as pernas, uns preferem as magras e outros preferem as "que tem onde pegar" e assim por diante.

O que quero dizer é que existem homens e mulheres para todos os gostos no mundo. Como já falei, aprendemos a deixar o passado de lado. Isso é uma tremenda burrice. O recado é um só, é um clichê, sim, mas é a mais pura verdade: mulheres, os homens gostam de mulher, se é mulher, tem homem que goste. Pode parecer absurdo, claro, mas é a verdade. Sabe aquela filosofia de bêbado "tendo bu... nóis pega" ? Pois é, é mais ou menos isso.

"Pera, você tá falando faz mor cara sobre salvação e agora fica de mimimi que todas são perfeitas?!"

Calma, eu não disse isso. Eu disse "cada macaco no seu galho". Não sou a favor de tratamentos estéticos, litros de silicone nos seios, escravidão da moda nem nada disso. Vamos uma comparação.

Sharon Menezes:

VS. Chelsea Charms:

Pois bem, caso você seja um tarado, você prefere a senhora Charms ao invés da ("fucking awesome") senhorita Menezes.

Entendem o que eu quero dizer? Não sou contra Photoshop (adoro o programa, tenho o CS4), nem contra maquiagem, roupas, nem cirurgias plásticas. Sou contra a intenção das mulheres que usam esses meios para entrarem no ideal. Pouco me importa se a Taís Araújo ou a Daniele Suzuki colocaram silicone, acho elas lindas mesmo assim!

O que me irrita (e enoja) e é o tema dessa post é o exeço. Mulheres são mulheres e homens não vivem sem mulheres, mas a partir do ponto que uma mulher bota 3 litros de silicone nos seios, faz aplicações de gordura na bunda, maquiagem definitiva, usa roupas "evidenciativas" (lê-se "feias") e se acha o máximo por isso, ela deixa de ser mulher e passa a ser uma boneca. Literalmente, pois é tanto plástico, resíduo, toxina, coloração que não sobra mais órgãos na pessoa.

Não me importa se uma mulher já fez 15 cirurgias plásticas, usa 12 cremes para a pele e use roupas e sapatos só 1 vez na vida, deixando-as o resto do tempo no guarda-roupa, desde que elas tenham boas razões para fazer isso (e eu não pague), desde que elas façam isso para elas e (nesse caso) eu que me foda. Há limites: físicos/estéticos, pois ninguém no mundo quer alguém uma Barbie e morais/éticos, por pura conciência para consigo mesma e com os outros.

Ou seja: homens querem mulheres que sejam realmente mulheres, mulheres que sejam, ao ver de cada um de nós, perfeitas (pareço uma mulher falando, não?), mas há imbecis:

Que traem o movimento (punk, véio). E diga-se de passagem, a mulher dele é uma cuzona.

Vê se isso:

É algo que um homem de verdade, membro do movimento, teria de bicho de estimação.


O compromisso

Se você leu até aqui e concorda com o que eu disse, sinta-se livre para imprir o "juramento" abaixo e destribuir para seus amigos, familiares e (principalmente) para as mulheres.

"Por ordem da sagrada cultura,
baseando-me nos inscritos, juro aqui solenemente
defender meus iguais da fera ameaçadora.
Juro proteger meus entes queridos das enganações do pano
e da ilusão dos brushes e filtros.
Prometo, diante destas testemunhas, combater o enchimento
e os tratamentos estéticos.
Abdico a sensação de prazer para me entregar ao prazer real.
Nego perante o espelho que cairei na tentação do fictício
para me satisfazer com a real satisfação.
Por ordem de ser fiel a mim mesmo,
juro combater o ideal distorcido que hoje nos rege."

Enfim, depois de um texto bobo (e tosco) derivado de um momento de felicidade (e idiotice), nada mais me resta, a não ser a...


Minha conclusão

12 horas escrevendo um post é muito tempo?

Bem... logo quando comecei o post pensei em fazer um "manual" sobre os tipos de mulheres que querem ser aceitas mostrando o que não tem. Passado um tempo, percebi que meu foco deveria ser diferente e foi assim que o post ficou. Talvez eu venha a escrever mais sobre esse assunto (até mesmo reescrever este post), mas acho que por hoje está bom (lê-se "aguardem a parte 2 que devo fazer ainda essa semana).

Sei que o post pode estar confuso e a culpa não é de ninguém além de mim. De forma resumida, o que eu disse no post é que métodos para aumentar partes do corpo, parecer mais jovem, enfim, métodos para melhorar a aparência só são válidos até um certo ponto.
Ponto esse que é ultrapassado rapidamente hoje em dia: quando a cirurgia, o creme, a roupa é feita/usada com a intenção de agradar a sociedade. Claro, senhor Rey me irrita mesmo que suas pacientes não queiram agradar ninguém (Nota: aquela história dele passar Grecin 5 loiro no cabelo ficou MUITO gay).

Não ligo a mínima se uma garota tem silicone, desde que haja um bom motivo e a aparência fique decente, e não alto assustador:


Enfim... meu recado final aos homens é: aproveitem as mulheres de verdade, elas estão acabando rápido. E quando falo "aproveitem" não é transar durante um final de semana todo e mais nada.

E meu recado para as mulheres é: sejam reais. Pelo amor de Deus, sejam reais. Não precisamos de mais gostosas idiotas e superficiais, queremos mulheres.

Mas... bem... é isso. Tem imagens demais, palavras demais e enrolação demais para um post só (prometo que a continuação vai ser mais "suave").

See ya!
Related Posts with Thumbnails

0 comentários: Aquela ,Ein ,Ein!, Eu, blog ,opinião ,internet, 1 ,2 ,3 ,4 ,5 ,6 ,7 ,8 ,9 ,0 ,top ,x ,coisas ,vê ,isso ,links ,semana ,post , contos ,de ,duendes ,até ,quando ,acordes , aviso ,acorde ,vícios ,matinais ,porquês ,e ,afins ,vida

Postar um comentário