sábado, 17 de abril de 2010

Jeans, Paulo Pokémon e Megan Fox!

Aew cambaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Coisas importantes para falar hoje, então vamos por partes:Meu colchão chegou! YEAH!!!!!! Só que por ser novo é duro feito pedra... Quando a cama estiver completamente montada aviso vocês.

Com a possibilidade de finalmente dormir a mais de 30 cm do solo, minha criatividade ontem estava simplesmente foda pra caralho, o que me leva a dizer algo que poupará horas e horas da minha vida: tenho várias idéias para posts. IEBA!!!!!

A terceira coisa é que os links da semana sairão sim, mas só sairão amanhã (domingo), porque estive ocupado o dia todo ontem, bem como agora de manhã (são 10:26 h - olha eu botando horário nos posts de novo), mas acalmem-se, os links estarão aqui sim, para o deleite de todos vocês.Outra coisa que tenho de avisá-los é que talvez, mas só talvez, o blog passe por mudanças em breve. Mudanças realmente sérias, não vou apenas mudar o banner, mas refiro-me à mudanças em layout, posts, colunas, enfim, praticamente tudo, mas não esperem nada, é só um "talvez".

Agora que já dei os avisos necessários vamos ao post de hoje. Já falei várias vezes da imagem e como ela é importante, aqui no blog (aqui, aqui, aqui e aqui), mas nunca toquei nesse ponto em específico, sempre usei como um argumento (dentre tantos outros) para os temas dos respectivos posts.

Mas isso vai mudar hoje! Este post falará (ao menos em parte) da importância na imagem e dos tapas na cara da sociedade. Lhes apresento: Jeans, Paulo Pokémon e Megan Fox!

Vamulá!!!


O porque de ser importante

Só eu acho isso nojento?Atualmente o ser humano se baseia muito mais na imagem das coisas e das pessoas para criar uma opinião sobre as mesmas. É meio que como escolher roupas: você olha uma que achou bonita e compra. O mesmo rola com pessoas: basicamente, se você vê alguém que lhe é estéticamente agradável, você automaticamente (e subconscientemente até - já falo sobre isso) classifica aquela pessoa como "boa", "agradável" ou qualquer outro adjetivo que indique que você é "a favor" daquela pessoa.

"Garanto que vocês já ouviram dizer que a aparência não tem tanta importância, que é o interior que conta. Isso, deixem-me dizer, é o maior absurdo, orque se fosse verdade, as pessoas com beleza interior não precisariam nunca pentear o cabelo ou tomar banho, e o mundo teria um fedor pior do que já tem."Nossa imagem reflete (ao menos em parte) nossa saúde.

Se você está com cascas de ferida por todo o corpo, sua saúde está horrível, pois você possivelmente jogou casolina no corpo enquanto fumava.De forma resumida, uma aparência boa indica que a pessoa está saudável corporal e mentalmente.


Imagem e a sociedade

Naqueles quatro links lá em cima explico que a sociedade atual visa enaltecer a imagem por diversos motivos: popularidade, fama, dinheiro, chamar atenção, idiotice, segundas (terceiras e quartas) intenções, para coisas não religiosas, enfim, de tudo um pouco. Não há mal nenhum nisso, e às vezes pode até ser bom, mas o estado atual é ruim por um único e simples motivo: excesso.

A sociedade valoria demais a imagem e é aqui que começa o problema. Vou usar aqui uma frase que eu odeio: tudo que é demais faz mal. E odeio-a (é, eu sei que fica estranho) por dois simples motivos: porque tem fundamento e porque tem mentira.

Explico: muitas coisas, aliás, a maioria das coisas, em excesso faz mal, mas o bom e velho oxigênio em excesso não (e sim, esse é o argumento que eu uso sempre contra essa frase).Mas estou me afastando do assunto. Como resultado das insistentes campanhas publicitárias, afirmação da indústrica cosmética, idealização da imagem (veja os dois primeiros links lá em cima), pressão social, mídias, moda, enfim, da sociedade no geral, criamos um "molde". Esse molde é nada mais que o ideal, com tudo que lhe constitui.

Digo, olhe isso:

"Sorri mermo véio, cê é super-macho!"

Pois bem, vocês sabem que é o ser na foto e o que ele é. Este aí em cima é um exemplo clássico do ideal de beleza mundial dos dias de hoje (a diferença é que em terras gringas o nome não é "colírio" é "metrosexual"). É por uma imagem assim que milhares de imbecis derretem de amores.

Porra, esse maluco faz o cara do Tokio Hotel parecer macho!

Pois é!

A humanidade já passou por diversos ciclos em relação à imagem. Passamos por bombados, altos, gordinhas, atléticos, anoréxicos, pin-ups, andróginos, morenos, negros, loiras, com olhos claros, com bunda grande, cabelos espetados, cintura fina, costas largas, cabelos lisos, asiáticos, com olhos escuros, enfim, cada imagem diferente teve seus 15 minutos de fama.

No meio do parágrafo acima você pode ter achado estranho eu colocar "andrógenos" na lista. Explico: "andrógino" é quando uma pessoa apresenta características tanto do sexo masculino como do sexo feminino, ou seja, não parece nem um nem outro. Você pode olhar as duas fotos acima e declarar "pera... eles são andróginos!", e eu respondo com "não, eles são bonecas".

Sim, em ambos os sentidos. Como eu falei nos posts sobre medidas perfeitas (tem os links lá em cima, larga de ser vagabundo), a necessidade de reconhecimento gera seres de plástico (esse é o segundo sentido, se você ainda não entendeu), seres artificiais, desprovidos de pensamento, sentimentos, emoções próprias, são basicamente animatronics: robôs controlados à distância.

Óbviamente que controlar pessoas à distância só pode dar merda. Devido à mente equilibradíssima que nossa queria espécie possui (me incluo nessa, basta você ler qualquer texto neste blog e verá que sou anormal), esse controle é usado para gerar dinheiro, criar um exército de zumbis, disserminar genes "perfeitos", criar fama e favores sexuais.

Pode até ser talento... mas não para música.

E isso explica porque a imagem é importante para a sociedade: é a história de julgar um livro pela capa. Se a aparência é bom, as pessoas pensam logo que todo o resto é bom (para falar a verdade, essa frase resume muito bem uma das maiores implicâncias que tenho com o mundo). Nos dias de hoje, é a imagem que vende discos, que vende roupas, aumenta o número de estrelas de um restaurante ou hotel, que cria ídolos, que enriquece produtores, que gera polêmica.


"Tá todo mundo falando"

Até que enfim alguém que concorda comigo...

Basicamente, há dois tipos de imagens dos quais falarei aqui: a primeira é bem simples, é o substantivo "imagem", é sua aparência real, sem segredos nenhum. E a segunda é o "imagem" que você passa, ou seja, suas atitudes, coisas que você usa, como você é. Para ficar mais fácil, elaborei este diagrama:

Agora que vocês entenderam a diferença, vamos ao próximo tópico: a polêmica gerada pela imagem (última vez que aviso qual é qual: esta é o tipo 2).

Uma coisa é fato: se algo tem uma imagem feita para lucrar (seja o lucro qual for), ela gera polêmica. E este post é um ótimo exemplo sobre isso: se imagem não gerasse polêmica, este post não existira.

A imagem de uma pessoa, atualmente, é construída para gerar polêmica, polêmica gera lucro, logo, imagem gera lucro. Tudo na imagem, roupas, cabelo, sapatos, óculos, maquiagem (é...), atitudes, "affairs", aparecimento em programas de TV, rádio, entrevistas, "cai na net", enfim, absolutamente todas as ações e pensamentos são construidos in vitro para gerar polêmica.

Mas é claro que, mesmo que neguem, agente sabe a verdade.

De forma resumida, polêmica é uma estratégia de marketing usada pelas empresas para gerar lucro, e, como bem notamos, dá certo.


Fama, fortuna e glória

Iae, o que vai ser?

Com toda a publicidade gratuita (proveniente da polêmica), além dos "esforços" das empresas, patrocinadores, mídias, etc. vem a fama, a fortuna e a glória. Vamos por partes.

Fama

Taí um bom exemplo do que te faz famosa...

Fama é quando algo ou alguém tem sem "trabalho" "reconhecido" pelo público. Já falei sobre a fama antes, mas o foco aqui é outro. Coisas como "escândalos sexuais", "novo affair" e "anel da pureza" (ou qualquer outra babaquice) fazem com que as pessoas fiquem curiosas e pesquisem sobre tais acontecimentos, logo, a mídia faz o mesmo e assim começa o processo de criação de uma nova celebridade.

A fama, em base, lhe proporciona fãs, publicidade, dinheiro, reconhecimento e polêmica e, bem... já falei no que isso resulta.


Fortuna

Agora você já sabe o "como".

Dinheiro lhe possibilita poder de aquisição de bens, logo, você se torna um investidor. Dependendo da área em que você investe, você adquire (além de títulos da bolsa de valores e experiência) fama. Sem mais palavras.


Glória

"YEAAAH!!!!!"

Glória é o que quebra este ciclo. Por mais que alguém seja famoso e/ou rico, a glória só vem quando algo é realizado, e sejamos francos, a maioria das celebridades de hoje em dia não fazem porra nenhuma. Por isso, a glória só é alcançada por quem consegue fazer algo, não adianta tentar, tem que conseguir, pois caso contrário você é um perdedor.

Sim, eu sei que acabo de destroçar o "você já é um campeão por tentar". Sinceramente, isso é um absurdo, pois se fosse assim, todo mundo seria campeão em algo, e como bem sabemos, no primeiro lugar não há empate.


A união dos 3

Quando alguém consegue unir fama, fortuna e glória, já é digno(a) de adimiração, seja ele(a) um bosta ou não. Explico: independente dos métodos, é extremamente difícil unir essas três coisas. Pense por um momento o quão terrível se os modismos de hoje em dia tivessem a glória também.

...

É, seria um desastre! E é aí que devemos agradecê-los pela suas faltas de capacidades, pois sem tal falta, o mundo estaria cheio de posers chatos, o que com certeza aumentaria a taxa de suicídios entre pessoas pensantes.


Criando uma imagem

Você já viu esse rosto (e muito mais...) e tenho certeza que irei perder alguns dos poucos leitores que tenho aqui e boa parte dos seguidores na porcaria do Twitter, mas que se foda, vou falar mal da Megan Fox sim!

Tirando todas as declarações "bombásticas" (polêmica, lembram-se?), a senhorita Fox é algo que qualquer ser com noção sabe: uma mulher comum. Não digo "comum" no sentido de dona-de-casa-que-passa-roupa-pra-fora-de-casa-fala-errado-e-é-a-versão-feminina-do-tiririca (qualquer um com olhos pode confirmar isso) , mas sim no sentido de ser uma mulher, não uma deusa, como muitos a classificam.

Estéticamente falando, ela é bonita sim (dando uma de fã - o que eu não sou - agora, "tirando o dedão"), mas não é gostosa.

É, eu sei.

Há uma grande diferença entre "bonita" e "gostosa" (e pretendo fazer um post sobre isso). Caso você ainda esteja lendo o post (e não o fechou após eu declarar minha opinião), olhe esta foto:

Deixando de lado a postura dela (digna de Final Fantasy, diga-se de passagem), vocês podem notar que ela não possui peitos e bunda grandes, o que ela NÃO possui é CINTURA. Isso mesmo, Megan Fox é uma pin-up natural. Nada contra pin-ups, mas prefiro mulher "que tem onde pegar". Entenda, eu sou um cara grande (em vários sentidos...), tenho até medo de machucar (sem querer, que fique claro) alguém que é pequeno, em especial mulheres (claro).

Enfim, ela realmente sabe criar uma imagem, se veste bem:

Eu sei que você vai ficar olhando para a perna dela, mas se leu até aqui já aprendeu alguma coisa...

Investe em agradar todos os públicos:

E tem uma Les Paul:

Tá, eu fiquei com inveja agora, mas é só por causa do controle-guitarra (se bem que é do Wii... tira um pouco o brilho...)

Enfim, é uma imagem, aposto minha vida que ninguém no mundo é quem realmente é o tempo todo, eu não sou, por exemplo, finjo que o Negão é legal só para ele ficar feliz. A diferença se dá por conta do como e do quanto alguém finge: celebridades fingem serem boas (ou ruins) ao extremo, para criar polêmica. Pessoas "normais" fingem quando é preciso, em ocasiões normais da vida (coisa que os famosos também fazem, afinal, eles são humanos também).

De uma forma ou de outra, só usei a Megan Fox aqui por dois motivos: primeiro porque há tempos eu queria expor essa minha opinião e o segundo é que o nome dela no título chama a atenção. Poderia ter usado qualquer outro ator ou atriz, não importa, pelo menos em relação à imagem são todos iguais.

Ahh, se vocês soubessem o que eu sei sobre roupas...

Falando brevemente sobre carreira, Megan Fox não é uma boa atriz. Não é ruim, mas nada que impressione... se você assistiu Transformers 2 (e tem conciência independente) sabe que se uma atriz troca de roupa em cena é pura apelação e não talento, mas enfim, acho que ninguém liga para a atuação nestes momentos.


Tapa na cara da sociedade

Como sei que todos vocês sabem, o "série" Vida de Garoto é um "programa" que passa na MTV, estrelando os famosos (tô falando...) Colírios da Capricho. No dia 8 de Abril começou a Batalha de Colírios, na qual pessoas (lê-se "vagabundos") de todo o Brasil poderão se inscrever para participar do a série, ao lado de três outros babacas. Nada de diferente até o momento, afinal, coisas toscas como essa acontecem o tempo todo, mas eis que surge uma esperança:

Paulo de Campos Silva ou Paulo Pokémon ou Lord Eternal, conhecido por dizer que Entei:

É presidente sim.

Enfim, por uma brincadeira de seus amigos, Paulo Pokémon foi inscrito na Batalha de Colírios. Com apoio de todos que acompanharam a Saga de Entei, o ranking da Batalha está assim:

Exatamente, caros leitores (inexistentes), Paulo Pokémon está em primeiro lugar. Ele já deu várias entrevistas (aqui e aqui) e já recebeu um convite da Revista Mad (eis uma revista de verdade!) para uma entrevista (para acabar de vez com essa baitolice poser, VAI LÁ GAROTO!).

Caso você tenha lido a primeira entrevista, viu que ele recebe 30 votos por segundo. Entretanto, por ter que ele tem 29 anos e não foi ele próprio que se inscreveu, ele possivelmente será desclassificado da disputa. Além de que ele já declaro que, mesmo que ganhasse, não participaria do programa.

Meus caros, só de ver um cara com quase três décadas nas costas, nerd, gordo, que trabalha em casa, escreve sobre robôs, tem um blog, participa de fóruns e assiste animes, ganhando de milhares de adolescentes acéfalos, me faz abrir um sorriso de orelha a orelha.

Digo, olha o cara:

Se isso não é uma vitória nerd nada mais o é. Este que vos fala, admite aqui, em primeira mão, que não poderia estar mais feliz de seu lado nerd. De verdade, sinto um orgulho enorme de saber o pouco que sei sofre Sci-Fi, Star Wars, RPGs, jogos, video-games, animes, mangás, HQs e todo o resto.

Então caro leitor, pelo bem de uma sociedade racional, pelo bem dos nerds deste mundo, pelo bem de uma imagem realista, pelo bem das pantufas, pelo bem da inteligencia, pelo bem de Entei, VOTE. VOTE EM PAULO POKÉMON PARA SER O GAROTO MAIS FOFO, BONITO E TALENTOSO DO BRASIL.


Jeans

Acharam que eu tinha esquecido, é?

Bem, o jeans surgiu originalmente nos EUA, na metade do século 19, mas tem raizes na Itália, por volta de 1570 (vocês usam algo que nem sabe como surgiu, né?! Deprimente isso). Voltando aos EUA, Levi Strauss fez calças de lona (PQP...) e depois de brim (que é bem melhor que o jeans, diga-se de passagem). Depois da Segunda Guerra o jeans se espalho pela Europa e se popularizou. Passando por cowboys, motoqueiros, atores, cantores, hippies, rockeiros, até chegar aos dias de hoje.

Baptisia australis é a planta que dá a cor azul pro jeans (flor não é coisa de gay agora né, seu bosta?!)

E aí você diz: "Tá... mas o que o jeans tem a ver com o resto do post?"

Porra, se você não sabe analisar um texto, nem deveria estar nesse blog. O jeans é uma das roupas mais clássicas do mundo e como eu já disse, passou por diversas imagens, indo de trabalhador manual até alta costura em pouco mais de um século. Acho que poucas roupas ganham do jeans na questão "adaptação"... talvez as meias...

Vai aqui mais uma revelação bombástica: não gosto de jeans.

Já sei, já sei!

Sei lá... nunca achei muita graça... mas enfim, o jeans aqui fica como um símbolo. Não de uma geração, de uma escolha de vestuário e nem de bom gosto, mas um símbolo de mudança. O jeans já foi usado para tantas imagens diferentes que creio ser o maior exemplo de que uma imagem não é algo eterno. Mas o que importa realmente é que jeans é infinitamente melhor do que WayFarer.


Minha conclusão



Cambaaaada, encerro o post ao som de Foo Fighters!!!!

Imagem não é algo ruim, é algo bom e mesmo necessário. O problema é quando essa imagem é alterada. Pessas mudam, é verdade, e com isso muda-se a imagem também, mas o que estou falando é de quando uma imagem é mudada mas é só fachada, ou seja, é uma imagem só para alguns momentos e não a imagem real da pessoa. Sinto que o parágrafo ficou meio confuso, mas acho que só conseguiria explicar isso melhor ao vivo. Se alguma garota quiser tal explicação ficarei feliz em atender, já em relação ao cuecas, mando o Negão explicar.

Seja usando exemplos como a Megan Fox e símbolos como o jeans, nos dias atuais temos uma imagem deturpada, tosca pracaraio (tudo junto mesmo, 2:31 da matina não é hora de escrever serto), alienada (tenho que lembrar de falar disso!). O Pedro Turambar acabou de postar (literalmente...) um post sobre isso e o Felipe Neto fez um há um tempo atrás, ambos exelentes, leiam!

Imagem só é boa quando é real, quando não é feita para agradar, lucrar, gerar polêmica. Nossa sociedade "pede" imagens falsas, imagens somente com o lado bom, irreais, utópicas. O fato do Paulo Pokémon estar em primeiro num ranking tão tosco como o dos Colírios da Capricho só mostram que (além da zueira com o cara) ainda há esperança, mesmo que pouca. O tapa estalado na fuça empinada da sociedade é exatamente esse: alguém real em primeiro lugar num concurso que só possui imagens ideais. Certo, não foi o próprio Lord Eternal que se inscreveu, mas só por levar na brincadeira e "participar" da campanha rumo à vitória ele já merece um parabéns. O mundo precisa de mais pessoas como ele se quiser um futuro bom (claro, tirando a história do Entei... até eu acho isso vergonhoso...) e sem medicamentos oculares.

De qualquer forma, é tarde (2:46 da manhã pelo horário do meu computador) e ainda hoje "tenho" que fazer o post com os links da semana para vocês ficarem felizes. O último aviso para vocês é o link para votar em Paulo Pokémon (sim, de novo), pois mesmo que ele não participe, ele TEM QUE GANHAR ESSA BATALHA!!!

Mesmo que seja só uma imagem vale à pena, não?

See ya!

Related Posts with Thumbnails

0 comentários: Aquela ,Ein ,Ein!, Eu, blog ,opinião ,internet, 1 ,2 ,3 ,4 ,5 ,6 ,7 ,8 ,9 ,0 ,top ,x ,coisas ,vê ,isso ,links ,semana ,post , contos ,de ,duendes ,até ,quando ,acordes , aviso ,acorde ,vícios ,matinais ,porquês ,e ,afins ,vida

Postar um comentário