sábado, 28 de agosto de 2010

Porquês e Afins: Amor

Aaaaaaaaeeeeewwwwwwww cambaaaaaaaaaaaaaaaaada!!!

Pois bem, dia de post aqui no blog e como já faz um tempo desde o último Porquês e Afins vamos à mais um post desta coluna.

Tenho certeza que o post de hoje vai fazer com que muitas pessoas me odeiem, mas já me acostumei com isso. Aliás, esse será o post de introdução sobre um assunto que pretendo falar mais fazes aqui no blog: o amor. E se você espera um post bonitinho, cheio de frufrus e tudo mais, esquece, sou chato demais para fazer algo assim.

Simbora!


O amor

O amor é um conceito abstrato criado pelo ser humano há alguns milhares de anos e como tudo que é criado pela nossa maravilhosa espécie, o amor é falho. Se você acha que o amor é a coisa mais importante do mundo e não quer seus sonhos destruídos, feche esta página agora mesmo, nem se dê ao trabalho de me xingar nos comentários.

Bem, sabe-se lá quantos anos atrás o ser humano criou o conceito de amor e a culpa de tal criação se dá ao instinto humano de viver em sociedade e pela vontade da espécie de ser aceita por essa mesma sociedade. Em linhas gerais, o amor existe por causa da hipocrisia.

E se você já quer me xingar por causa disso, leia o post todo.


O que o amor se tornou

Desde sua criação o amor passou por uma grande mudança: ficou famoso. Com isso, praticamente toda a população mundial adotou o conceito do amor como algo extremamente importante e necessário para a vida, que deveria ser necessariamente em sociedade, uma vez que o amor era para ser compartilhado com uma pessoa que fosse especial para você. É do conceito "amor de verdade" que estou falando, aquele que é mostrado nos contos de fadas e tals.

Esse é o conceito que se tem do amor há milhares de anos: duas pessoas se amam e esse amor forte e verdadeiro entre os dois derrota todo e qualquer mal que queira ferir um (ou os dois) pombinho. É graças à esse amor que a indústria de chocolates, de cosméticos, de bichos de pelúcia e várias outras sobrevivem.

Acha que é loucura? Pois saiba que a tradição de dar ovos de chocolate na páscoa não tem mais de 250 anos. Aquela história de urso de pelúcia para a namorada não tem nem 100 anos. Bombons em formato de chocolate? 70 anos no máximo. A produção industrial contabiliza quase 300 anos, enquanto a produção "normal" (aquela feita manualmente, sem máquinas) tem pelo menos 2000 (leia com calma: DOIS MIL) anos. Pois é.

Voltando ao tópico, o amor virou símbolo de qualidades consideradas perfeitas: coragem, lealdade, bondade, generosidade, compaixão. Foi graças à essa mudança que a espécie humana evoluiu, e por consequência, a sociedade ficou mais hipócrita.


O conceito atual

Hoje em dia as pessoass (lê-se "mulheres" ou melhor, "meninas") choram por dois motivos: frescura ou por amor. Ou o que elas consideram ser o amor. Basta sair na rua e você verá que o conceito de "amo" para a pivetaiada de hoje em dia se resume à "beijo", "mãos dadas" e depoimentos ultra criativos de "eu te amo".

Não precisa de muito: abra um orkut qualquer e você tem grandes chances de achar um lindo depoimento falando que a vida de uma pessoa mudou após conhecer a outra, que sem tal pessoa, a outra não viveria, pois ambos foram feitos um para o outro e tudo mais. Claro que tudo isso carregado com muitos "s2", "eu te amo" em negrito e maravilhosas frases copiadas de calendários de mesa. Isto é, se essas pessoas entenderem as metáforas recorrentes em tais frases.

Basicamente, o amor de hoje em dia significa três coisas: sexo, status e pieguices. Sexo bem, não preciso explicar. Já o status é uma consequência imediata. Sabe quando você ouve alguém falando algo na linha de "quando eu tô namorando chega um monte de muié em cima de mim"? É isso aí: status.

Já as pieguices merecem um parágrafo próprio. Atualmente, quando as pessoas estão "apaixonadas", elas descobrem as jóias da música: o "sertanejo" universitário, a clássica "é o amor" e, claro, Wando:



É.

E sabem qual a melhor parte do amor de hoje em dia? É que homem tem que parecer mulher, mas vejam só: as mulheres não os acham gays! Porra, esse é o auge da igualdade dos sexos!!!

Igualdade é o que há!


Porque eu odeio tudo isso

Querer matar três quartos da população mundial me faz ser do mal?

Se fosse para falar de forma resumida, a resposta seria "porque eu sou um tremendo chato babaca que odeia as pessoas", mas como o blog é meu e eu não pago nada para usá-lo, me dou o direito de prolongar tal resposta.

Acontece que eu sou um tremendo chato babaca que odeia as "modernidades" criadas pela sociedade atual e sim, eu odeio as "modernidades" criadas pela sociedade de 150 anos atrás também. Isso faz com que eu prefira o amor chato e meloso do romantismo ao amor chato e insosso dos dias atuais.

Exatamente o que vocês leram: insosso, sem sal (alho, caldo Knorr ou qualquer outra coisa). Como eu disse, três coisas qualificam o amor de hoje:

1 - O Sexo

Porra, se eu quisesse sexo só pelo sexo eu iria num puteiro, não teria uma namorada.

2 - Status

Ser rico lhe dá mais status do que namorar.

3 - Pieguices

Tá certo que Wando é um ponto forte, mas ainda sim perde para quem vota no Tiririca.


Portanto, a conclusão simples é que se você for rico, frequentar puteiros e votar no Tiririca, você tem uma vida melhor do que quem tem alguém para amar.

Só eu acho incrivelmente irritante ver garotos e garotas (acreditem, estou falando "garotos" e "garotas" da forma mais depreciativa possível) andando de mãos dadas na rua? Quero dizer, antigamente um jantar com luz de velas era a definição de romantismo, hoje, romantismo é levar sua parceira (parceiro) para o show do Hori.



Porra cara, do HORI!!!!

Então, se você me perguntar se eu odeio gente que acha que amor é dar as mãos e cantar "sertanejo", a resposta é sim. Se você me perguntar se eu odeio gente que tem um relacionamento só para aparecer, a resposta é sim. Se você me perguntar se eu odeio gente que copia e cola declarações amorosas idiotas nos depoimentos do Orkut, a resposta é sim. Se você me perguntar se eu odeio gente que acha que o amor é a coisa mais importante do mundo, a resposta é sim.

E sim, espero as respostas de "ninguém nunca te amou" nos comentários.


O amor não é a coisa mais importante do mundo

Respirar: uma das coisas que é mais importante que o amor.

As únicas pessoas que são realmente felizes em seus relacionamentos sabem que o amor não é a coisa mais importante do mundo e muito menos a coisa mais importante num relacionamento. Acreditem quando digo que às vezes, por melhor que seja um relacionamento, não há amor. E não estou falando relacionamento todo, mas em pequenos momentos. Por mais amor (ou o que as pessoas consideram amor) que tenha num relacionamento, às vezes (e esse "às vezes" pode virar rapidamente um "várias vezes") o amor não vai estar lá, podem acreditar. Não vou explicar muito... vocês tem que aprender por vocês mesmos, eu sou só o filho da puta que te dá a amostra grátis, mas não vende o produto.

Como falei lá no começo do post, o amor é um conceito abstrato criado pelo ser humano. "Amor" pode ser definido atualmente (desconsiderando significado "real", do qual falo daqui a pouco) como "o sentimento que você sente quando gosta muito de algo ou alguém". Pessoas não são perfeitas, caros leitores imaginários, e quando vocês entenderem que as pessoas erram e que o amor não é o mais importante, aí sim vocês terão um relacionamento de verdade.


O poder do amor não vai te salvar

Coração é o caralho, tá ligado?!

Prestem atenção porque este tópico é curto: o amor não detém balas, o amor não paga suas contas, o amor não faz o tempo parar, o amor não faz outra pessoa te amar, o amor não te tira da cadeia, o amor não para a briga de um casal, o amor não te leva para as nuvens, o amor não muda quem você é, o amor não é bom nem ruim, o amor não faz um dragão parar de cuspir fogo, o amor não mata as pessoas que concorrem pelo amor de quem você gosta e definitivamente o amor não chama um super-herói.


O amor não fode a tua vida

O amor não fode a sua vida: você fode sua vida. Aliás, as únicas coisas que realmente fodem a vida de uma pessoa são:

1 - Você mesmo
2 - Outra pessoa
3 - A sociedade como um todo
4 - Poderes além da sua compreensão, mero mortal

Deu para entender? Se um relacionamento acabou, não foi o amor que acabou (aliás, é mais fácil nem ter tido amor no relacionamento) com o relacionamento, mas sim as merdas que todos os envolvidos fizeram (falo "todos os envolvidos" porque todos sabemos o quanto as pessoas gostam de se entrometer na vida alheia e porque, sejamos sinceros, tem relacionamentos com muito mais de duas pessoas).

Então antes de sair por aí falando idiotices sobre o amor, saiba que quem fodeu tudo foi quem queria (ou não...) que o troço desse certo.


Minha conclusão

Eu sei que, como eu sou um extremista em boa parte das questões das quais falo aqui no blog, pode parecer (e parece) que eu sou completamente contra alguma coisa. Esse é o caso de muitos posts que eu já fiz, tanto aqui quanto no Bacon (aliás, vejam meu último post lá - os posts que faço lá são MUITO menores que os que faço aqui, garanto). Sempre pensei em escrever esse parágrafo nesses posts, mas como eram assuntos menos "sensíveis" para as pessoas, sempre deixei de lado, mas falando na "minha conclusão" que, apesar de xingar tudo e todos durante o post inteiro, eu não era tão extremista quanto eu fazia parecer, e esse é o caso desse post.

Eu não tenho nada contra o amor (mesmo sabendo que é algo criado baseado no interesse humano de ser aceito pelas outras pessoas), ou melhor, contra o conceito "amor", mas sou terminantemente contra as pessoas que acham o amor a coisa mais importante do mundo, que o retratam como "a arma perfeita" e contra todos os otários que usam o amor para falar "sexo fácil, 'eu vou te amar até eu morrer' e popularidade". Aliás, se vocês pararem para pensar, verão que todos os meus problemas são com as pessoas e as merdas que elas fazem.



É isso aí cambada, desejo à vocês, paz, quem sabe amor e crueldade, sabe como é, pra vida ter um pouco de graça.

See ya!
Related Posts with Thumbnails

0 comentários: Aquela ,Ein ,Ein!, Eu, blog ,opinião ,internet, 1 ,2 ,3 ,4 ,5 ,6 ,7 ,8 ,9 ,0 ,top ,x ,coisas ,vê ,isso ,links ,semana ,post , contos ,de ,duendes ,até ,quando ,acordes , aviso ,acorde ,vícios ,matinais ,porquês ,e ,afins ,vida

Postar um comentário