sábado, 4 de junho de 2011

Grandes invenções inúteis da humanidade

Aaaaaaaaaaaaaaeeeeewwwwww cambaaaaaaaaaaddddaaaaaaa!!!!!!!

Sábado é dia de post aqui no blog, e nada melhor do que honrar tal tradição... e eu tentarei acabar esse post ainda hoje, e não às 3 da matina como aconteceu com os últimos posts.

O Bacon está de visual novo, então sejam bons leitores inexistente e vão lá ver... meio deprimente o único recado da semana caber em 2 sentenças... mas sem mais nada a acrescentar, vamos ao post.

Simbora!


Da preguiça ao conforto

É de total e inquestionável conhecimento de todos de que as pessoas são preguiçosas. Claro que não o tempo todo e nem para tudo, mas há uma série de coisas que fazem com que desistamos de fazer tais coisas pelo simples motivo de "estar longe", "ser difícil", "porque o sofá está macio" e porque "não preciso disso agora". O fato é um só: todos gostamos de coisas que nos fazem engordar, e se essas coisas controlarem a TV, o DVD e os irrigadores do jardim, gostamos ainda mais delas.


Controle remoto

Começando pelo clássico, mal conseguiríamos viver sem os controles remotos nos dias de hoje, aqui em casa, pelas minhas contas, tem uns 5 ou 6. O que eu acho interessante sobre os controles, é que, diferentemente das demais tecnologias, eles foram aumentando de tamanho com o passar do tempo: o controle do videocassete (sim, eu tenho um videocassete) é praticamente metade do controle da TV.

Temos também os controles universais, e aqueles controles fodões, que controlam desde a TV até as cortinas da casa:

Sonho de consumo, mesmo sabendo que dentro de poucos anos será tudo por comando de voz ou sistema integrado de reconhecimento.

Atualmente quase tudo tem um controle remoto, desde sons de carro até video games (digo aqueles para ver filmes e tals, e não o controle própriamente dito), e duvido seriamente que alguém se acostumaria a ter que levantar e girar botões para trocar de canal ou aumentar o volume.


Shampoo 2 em 1

Não, não estou fazendo propaganda.

Sei que as mulheres odeiam tal invenção, mas qualquer pessoa com bom senso (lê-se "homens") reconhece a utilidade e a genialidade contidos nestes frascos, sem falar que gasta menos água e menos energia durante o banho, uma vez que não tem que colocar shampoo, tirar, colocar o condionador e tirar de novo. Shampoo 2 em 1 são o Rolls Royce do mundo capilar, e nem preciso dizer que Rolls Royces são fodas pra caralho.


Torradeira

Igual à minha.

Torradeiras são legais por dois motivos: fazem torradas e fazem as torradas pularem. Claro que você pode fazer torradas no microondas, na frigideira ou na chapa, mas o gosto é diferente, e nenhum deles faz as torradas pularem. Cabe aqui apenas uma consideração, aquelas torradeiras que fazem desenhos nas torradas são uma merda: o desenho ficará queimado e o resto da torrada ficará dura, ou seja, uma blasfêmia contra o bom nome das torradeiras.


Carregadores universais

Num mundo em que praticamente todo eletrônico gasta a bateria em questão de poucas horas, carregadores são quase como milagres. Feliz ou infelizmente, as empresas que fazem celulares, GPS (como é o plural de "GPS"?), tablets e o caralho a quatro ainda não entraram em concordância para unificar a entrada do carregador, logo, somos "obrigados" a ter os carregadores universais... e tem gente que ainda chama de tecnologia "portátil".


Ventilador

Tão foda quanto caro.

Sim, eu sei que ar condicionado já existe faz muito tempo, mas ventiladores são bem mais legais (e, diga-se de passagem, mais ineficientes). Aliás, ventiladores são aquele tipo de invenção tosca e óbvia, ao ponto de ninguém pensar nelas, porra, são placas inclinadas rodando, não dá para ser muito mais simples que isso.


Ferro de passar roupa

Tem um desse aqui em casa, só que preto e sem corrente.

Outra daquelas ideias simples e fodas. Tá certo que era incrivelmente difícil passar roupa naquela época, principalmente se compararmos com os dias de hoje, que nem precisa de ferro para passar roupa: 

Se bem que os ferros ainda são os mais úteis e práticos.


Centrífugas 829461298461984 em 1

Acho que nesta altura do post já deu para notar que eu daria muito dinheiro para a Polishop se tivesse dinheiro para dar, não?

Assim como diz a propaganda, um troço desses substitui praticamente todos os eletro-alguma-coisa da sua conzinha: ele rala, pica (OPA!), corta, fatia, espreme, granula, bate, liquidifica e esfarela qualquer coisa, POIS É O ÚNICO COM 1000 WATS DE POTÊNCIA!!!!! E é Walita, que é tão foda quanto a Brastemp é com geladeiras, e falando de geladeiras...


Geladeira

Outro sonho de consumo: geladeiras de duas portas (que eu não sabia que chamava "side by side"), com os tais de water dispenser e ice maker externos, painel digital e algo que eu não sabia que existia, o home bar, o modelo acima (que apesar de eu ter falado da Brastemp, essa é uma Electrolux) sai pela bagatela de cinco mil reais.

Geladeiras são fodas: permitem guardar coisas por meses (ou até anos) sem ter de usar banha de porco e ainda por cima, quanto melhor for sua geladeira, melhor será sua reputação de cozinheiro, e sejamos sinceros, mulher adora homem que cozinha:

Desculpe, minha cara, geladeiras caras gastam energia.


GPS

Não sei se já falei aqui, mas meu senso de direção é uma merda, não é raro eu me perder, e a coisa só piora se eu estou a pé. Feliz ou infelizmente, tenho GPS no celular, mas como nada na vida é perfeito, às vezes ele teima em me dizer que a rua que eu quero ir não existe. O resumo disso é que a conta do celular costuma vir meio cara se sou obrigado a sair de casa mais que o normal.

E pessoas como eu, que tem o senso de direção de uma mariposa, contam com o GPS, ou como costumo chamar "o mapa dos preguiçosos". O GPS praticamente impede o caos nas ruas, considerando o número de gente ruim de volante neste país e o número de carros em estado de calamidade pública. Mas antes que alguém me acuse de alguma coisa, sim, eu sei ler mapas convencionais (se bem que nem é difícil).


Barbeador

Diferente das mulheres, nós homens somos seres racionais e práticos, o que impede que usemos cera queste para retirar pêlos indesejados, e foi pensando nisso que foi criado o barbeador elétrico. Apesar de serem ligeramente caros, o custo-benefício é ótimo para você (e não para sua depiladora), sem falar que são leves, fáceis de usar e são infinitamente melhores (e mais higiênicos) que giletes... e são bem mais bonitos também.


HD externo

Qualquer um que já tenha lido os arquivos do blog sabe que já tive vários problemas com meus computadores, que com o passar do tempo me garantiu uma pequena montanha de DVDs de backup e uma dor de cabeça à mais para o cara que arrumou o computador. Logo, para solucionar tal caso, nada melhor que um HD externo, pronto para fazer backup de toda sua vida internética (e fode-la, caso pife).


Fones de ouvido

Fones de ouvido já são uma coisa incrivelmente foda, e a coisa só melhora se forem intra auriculares, ou no palavreado leigo "com supressor de ruídos". Não ter que ouvir gente falando, buzina, propagandas e obras é quase que mágica. No final, o intra auricular só perde mesmo para os headphones:


Mas eles não são assim tão práticos, infelizmente.


Grill

Se tem uma coisa que eu gosto é a maldita série de grills do George Foreman. É, pois é.

Grills são realmente úteis (junto com as chapas e aqueles troços "que cabeça uma pizza grande") e complementam muito bem aquela sua Walita 829461298461984 em 1, além de serem mais práticas que um fogão (mas os fogões ainda são mais fodas e bonitos). E depois, só no George Foreman Grill a gordura sai, mas o sabor fica!!!


Máquina de lavar

Sejamos sinceros, essas com a tampa na frente são muito mais legais.

Uma coisa que sempre me impressiona é o preço de máquina de lavar, de geladeira e de fogão. Tá certo que uma da foto acima e uma side by side sejam caras, afinal, são o "top de linha" (tão propaganda dos anos 90 isso) e tudo mais, mas um fogão Dako 4 bocas custar 600 mangos é sacanagem, porra, é quase que primeira necessidade!

Mas enfim, máquinas de lavar são legais por um motivo bem simples: permitem que nós não precisemos usar o tanque, e isso já é uma grande coisa.


Pregador de roupa

Taí, gostei.

Duvido que vocês já tenham parado para pensar no quão genial são os pregadores de roupa, aliás, é outro que é genial ao ponto de ninguém pensar neles. Antes dos pregadores, as roupas eram secadas estendidas em alguma superfície limpa (lê-se "pedras na beira do rio") e mais tarde só era penduradas nos varais: totalmente desnecessário dizer que elas voavam e sujavam tudo de novo. Prentedores de roupa são o segundo melhor exemplo de que genialidade e simplicidade andam juntas.


Cabide

Cabide de madeira: só para roupas chiques.

Eis o primeiro grande exemplo de que genialidade e simplicidade andam juntas. O cabide é, definitivamente, uma das grandes invenções da humanidade, junto com a roda e o teclado em slide nos celulares. Duvido sinceramente que as pessoas conseguiriam guardar suas roupas em gavetas como antigamente, até porque, amassaria tudo, e ficar passando o que você vai usar toda vez é um pé no saco.


Máquina de lavar louça

Apesar de ser uma coisa foda, não me incomodo de lavar louça, mas enxugar é algo que não suporto fazer, porra cara, seca sozinho, pra quê eu preciso enxugar?! Felizmente a máquina faz ambos (menos a daqui de casa que só lava talher e prato - nada de tigela, pote e todo o resto)... e é divertido ver ela lavando as coisas (não perguntem).


Microondas

Odeio microondas que não me deixa ver direito o que está dentro.

O microondas é, provavelmente, o mais versátil de todos os utensílios domésticos: faz as já mencionadas torradas, tem função grill, esquenta, descongela, faz pipoca, prepara arroz e deixa nuggets (e bata frita, bolinho de arroz e pizza) emborrachados. Na falta de um fogão, o microondas é o rei da cozinha, desde que seja aqueles com o botão que gira, e não o que você digita o tempo, que é uma bosta... o único problema dos microondas é o barulho irritante quando ele já terminou de fazer o que quer que estivesse fazendo.


Miojo

Miojo com salsicha: EPIC WIN.

Miojo é, com absoluta, total e irrefutável certeza, uma das 10 melhores invenções jamais inventadas pela humanidade, e o responsável pela salvação de milhões de universitários no mundo todo é esse cara:

Taiwandês, mas morreu no Japão.

Momofuku Ando é o nome dele, e é graças à ele que o mundo é o que é hoje, um mundo em que a fome existe por escolha de quem não está na miséria (e que já passou pela faculdade)... me pergunto qual seria o preço de, sei lá, 850 mil toneladas de miojo... desgraçado come até sopa de cachorro, tempero artificial de galinha não é tão ruim assim e salsicha já é tudo que é resto misturado mesmo. Seja como for, longa vida ao Mestre Momofuku Ando.


Minha conclusão

Cambaaaaaaaaaaaaaddddaaaaa!!!!!!!!! Acabei o post antes das sete da noite!!!!!!!!!!! E para comemorar, vamos à uma música:


Música foda, descobri esses dias.

Enfim, a humanidade, apesar de tudo, sabe melhorar a própria vida, afinal, se não soubesse, não teria sobrevivido. Para bem ou para mal, essas inutilidades facilitam (e muito) a nossa vida, seja lavando pratos seja desligando a TV no tempo programado. Claro que há uma outra infinidade de coisas do tipo, como os relógios de pulso e os próprios talheres (outra vez: simples e genial), mas isso fica para outra hora... uma "parte 2" quem sabe.

Acho que ficou claro que eu adoro essas porcarias, então, para quem também gosta, chequem a já mencionada Polishop, que apesar dos preços absurdos, traz coisas legais para o Brasil e a Multicoisas, que tem muito mais coisas (por que será?) e preços ligeiramente melhores, e, de novo, não estou sendo pago para isso, eu sou realmente um otário disposto a pagar caro por coisas que eu usarei pouco... mas que são legais mesmo assim.

...

Agora que me toquei que aquele shampoo 2 em 1 é shampoo para cavalo.

See ya!
Related Posts with Thumbnails

0 comentários: Aquela ,Ein ,Ein!, Eu, blog ,opinião ,internet, 1 ,2 ,3 ,4 ,5 ,6 ,7 ,8 ,9 ,0 ,top ,x ,coisas ,vê ,isso ,links ,semana ,post , contos ,de ,duendes ,até ,quando ,acordes , aviso ,acorde ,vícios ,matinais ,porquês ,e ,afins ,vida

Postar um comentário