sábado, 19 de novembro de 2011

Top X Verdades Absolutas

 Aaaaaaaaaeeeeeeewwwwwwww cambaaaaaaaaaaaaaaaddddaaaaaaaaaaaa!!!!!!!

Então, sabadão, é dia de post... bem, quase. Faz MUITO tempo desde o último post aqui no blog, último post "de verdade" então nem se fale, mas eis que na falta do que fazer e com uma ideia boa, estou aqui, para alegrar suas vidas sem graça e iluminar vossas existências sem sentido... ou só para foder com o fim de semana mesmo.

Para marcar a volta ao blog (ou não...), resolvi fazer um Top X, afinal, faz muito tempo desde o último (que foi uma merda, desculpem por ele) e bem, porque eu quero... e é bom aproveitar, já que perdi todo o arquivo com ideia para posts... pois é... mas sem mais enrolação, desculpas e encheção de lingüiça (com trema, foda-se), vamos ao post!

Simbora!!!!


Verdade verdadeira

Heil!

Verdade absoluta, como o próprio nome indica, é aquela verdade que não depende de mais nada para ser verdade (e que não é mentira). É quase uma lei, que não importa o que aconteça, continuará sendo do jeito que é até o universo inteiro exploda. De uma forma bem simples, é aquele tipo de coisa que por mais que você conteste e odeio continuará do mesmo jeito, meio que igual sua sogra ou sua mãe.

Além disso, elas são válidas em todo o plano da existência (porque o plano da inexistência tem regras próprias e tals), valendo tanto para a mais ínfima ameba até o mais gigantesco buraco negro, porém cada lugar (seja uma cidade, um país, um planeta, etc.) tem seu próprio conjunto de verdades absolutas, que podem coincidir em alguns casos ou serem completamente diferentes, e bem, é obvio que vou falar as da Terra (Júpiter está em guerra, então é melhor ficar no macio por enquanto).


1 - Para sua felicidade deve haver infelicidade do outro

Taí uma das muitas consequências da ação-reação. Peguemos um exemplo: para você comer churrasco, a vaca teve que se foder, que por sua vez fodeu com a grama, que consequentemente fodeu com as outras vacas, o que fodeu com outra pessoa que queria comer churrasco. No fim das contas, há duas conclusões disso aqui: cedo ou tarde você vai se foder (relaxa, não costuma ser permanente) e você é um egoísta do caralho, já que come churrasco e nem se importa com o próximo (E sim, eu sei que "África" passou pela sua cabeça)... paz parece algo mais difícil agora né?


2 - Viver em sociedade é necessário

 Não achei piada melhor.

Feliz ou infelizmente (e as chances de ser "infelizmente" são realmente altas), viver de forma independente não é mais possível. Quer dizer, é, desde que você esteja disposto a viver do modo como as pessoas viviam há 12 mil anos, o que significa plantar e caçar para sobreviver, e nada da eletricidade, carro, "serviços terceirizados", enfim, tudo por sua conta, e duvido que qualquer um de vocês consiga passar suas vidas inteiras (botemos aí uns 35 anos) sem absolutamente nada que o últimos 120 séculos proporcionaram.


3 - Porta destrancada será aberta

E às vezes as trancadas também.

Eis uma das aplicações da Lei de Murphy mais comuns, que já ultrapassaram a barreira da "subdivisão": é inevitável que uma porta aberta seja aberta. Não importa qual porta e o que (ou quem) tem do outro lado dela, alguém irá abri-la, seja por curiosidade seja para soltar um demônio milenar no mundo (porra Jackie, porra!). Aliás, essa é uma prática perigosa para os dois lados da porta: quem está do lado de dentro se fode porque a porta foi aberta, e quem abriu a porta se fode ou porque será esquartejada por tentáculos assassinos ou porque descobriu que o sagrado matrimônio não é tão respeitoso assim.


5 - Você sempre será culpado por alguma coisa

Toma whisky com gelo mesmo FDP!

Como disse no item número 1, para sua felicidade é preciso que haja a infelicidade de outra pessoa. Junte isso com a Lei de Murphy e da culpa inerente ao nascimento e você chegará à conclusão de que é um gigantesco filho da puta só pelo fato de existir. Mas como nada na vida é tão fácil assim, você (e sua família, no começo - ou maior parte - de sua vida) devem sair da inércia para que você não morra (o que é uma pena), logo você já sai da infância carregado de culpa por um monte de coisa, e obviamente você terá de pagar por elas.


6 - Cachorros são mais legais que gatos

Sim, eu gosto de gatos e tudo mais, mas tem coisas que são com são, e essa é uma delas. Claro que a coisa seria diferente se grifos, mantícoras, quimeras e dragões estivessem à venda, mas como são muito difíceis de achar e muito caros, fiquemos com os cães mesmo.


7 - A Regra dos 10 Segundos

Essa todo mundo conhece, mas com o passar do tempo ela foi deturpada (talvez para melhor), virando a Regra dos 5 Segundos, mas a ideia é a mesma: você tem um determinado período de tempo no qual pode pegar uma comida que caiu no chão antes que ela estrague, devendo soprar gentilmente antes de mandar pra dentro. No caso dos 10 segundos, a cada 1 segundo 10% da comida está comprometida e no caso dos 5 segundos, 20% (o que te faz pegar mais rápido), sendo que se chegar em 100% é PT.

Claro que uma regra tem suas próprias regras internas, no caso, a Regra só vale para comidas sólidas (mesmo macias) em um chão também sólido (ou seja, que não esteja molhado, com produtos de limpeza ou que caia na água), sendo que só é válido caso caia no chão, se cair em algo que já estava no chão (tipo um chiclete ou outra comida) é fim de brincadeira também. Para comidas cremosas (tipo danones, sorvetes, etc.) só dá certo se cair uma grande quantidade, que seja suficiente para que apenas uma parte entre em contato com o chão, possibilitando salvar a parte que ficou "em cima". 

Para facilitar: só sólido/sólido ou sólido/creme é permitido, creme/creme, líquido/creme e líquido/líquido é proibido, vocês sabem, por questão de saúde. Tem também a questão do "cair de novo", que é bem simples: se você deixou cair a primeira vez, você tem 10 (ou 5) segundos para pegar, se deixou cair pela segunda vez, você tem 5 segundos, e assim por diante, sendo que isso só é válido para sólido/sólido. E lembrando que na dúvida, lave.


8 - As piores notícias chegam nos melhores momentos

Outra que já se destacou da Lei de Murphy, pelo simples motivo que notícias ruins superam em MUITO o número de notícias boas, bem como constantemente superar a intencidade destas. Basicamente, recebemos, todos os dias, milhares de informações, algumas tem importância e outras não, umas fazem diferença e outras nãos, e por pura sacanagem de Deus, as ruins não só importam bastante como também fazem uma diferença enorme. E como eu disse no começo do post, não há nada que possamos fazer quanto à isso... se bem que se vosse tivesse o poder de Deus, você faria a mesma coisa (e de forma não tão homogênea).


9 - Pessoas morrem (aos montes)

Na vida real é um pouquinho diferente (e menos legal).

Milhões de anos atrás, quando o primeiro antepassado do ser humano nasceu e descidiu proliferar a espécie, ele (ou ela) condenou geral à uma vida com início, meio e fim. Em suma, a culpa por o ser humano ser mortal é do próprio ser humano, e como só isso já não bastava, criamos milhares de meios de antecipar a morte (porque morte natural e animais selvagens ainda era pouco), e, vejam só, somos realmente bons nisso! Após todo esse tempo só melhoramos a coisa, com doenças, guerras, brigas, armas, novos problemas de saúde, maior longetividade, etc., provando que inevitavelmente vamos todos morrer algum dia... felizmente.



10 - Saudosismo não leva à lugar algum, mas é legal pra caralho

Quase sempre.

Ninguém sabe ao certo o porquê, mas todo mundo sabe que "as coisas eram bem melhores antes". Tá o capitalismo, o comunismo e o consumismo para provar que antigamente as coisas eram de melhor qualidade, as pessoas eram mais educadas, o céu era mais azul, havia mais árvores, o ar era mais limpo, as artes eram melhores, a política era menos corrúpta e que as filas de banco eram menores, ou seja, não precisamos de um motivo para afirmar categoricamente que tudo atualmente está na merda, sem falar que naquela época as mulheres ainda eram jovens e os homens ainda não brochavam (quem diria que entre brochas e vampiros sexualmente ativos, os primeiros se sairiam melhor?).


11 - Quanto mais se tem, mais se gasta

Seja por causa do custo de manutenção seja pela paranóia de querer sempre mais, essa é uma das grandes verdades da economia e da vida como um todo: também provém da ação-reação, mas para a felicidade geral da nação, tudo pode ser resolvido com um empréstimo do tráfico de drogas ou da máfia... claro que você terá pequenos inconvenientes com isso no futuro, mas ao menos não estará devendo pro governo (se bem que dever para o governo é uma forma melhor de rebeldia, mas enfim).


12 - Religião só entrará em concenso o dia que Mestre Chuck mandar todo mundo calar a boca

Certos assuntos foram criados por Satanás só para foder com a vida do Senhor, e como nós humanos somos meros retratos do mundo dos espíritos, devemos nos contentar com a vontade divina, respeitando, tolerando e negando veementemente a opinião do próximo, permitindo um crescimento espiritual, melhorando nosso carma e possibilitando uma reencarnação mais tranquila, feliz, justa e fiel para o futuro, e só assim, quando todos chegarem no mesmo patamar, teremos a paz sagrada entre todos os irmãos, filhos do Criador.


13 - Estamos todos fodidos

Conclusão lógica e inevitável, que aparece aqui no blog em 7 a cada 10 posts. Não importa como, porque, quando e nem onde, mas desde já devemos ter a certeza que viver nada mais é que a espera entre um momento de enrabada e outra, e nesse caso, não há KY que aguente (nem pregas).

A questão é que tem tanta coisa no universo que pode foder geral com a humanidade, que sequer vale à pena fazer bolão, já que quando a coisa acontecer de verdade, sequer teremos tempo para ter qualquer reação (além de sofrer a terrível e demorada tortura que todos merecemos). Isso sem falar nas coisas menores pelas quais todos passamos... como é sádico é botar um filho no mundo.


14 - Certas coisas nunca mudam

Seja bom ou ruim (e às vezes é ambos), essa é outra grande verdade da vida. Sim, eu sei que o universo está em constante mudança, bem como a natureza, mas ainda sim há coisas que resistem ao tempo do mesmo modo que internet discada resiste à downloads... é interessante pensar que algo ficará exatamente do mesmo que está (e sempre esteve) pelo resto de sua existência... bem, no fim das contas, "nunca" pode ser bem rápido.


15 - Pornografia com som é muito mais legal

 A questão aqui não é (e nem nunca foi) o som em si, afinal, ver alguma atriz pornô fingindo orgasmo é chato, mas sim a pura questão do PODER colocar som. É aquela coisa quase de infantil de "eu posso e você não", pelo simples fato de que não há ninguém para te perturbar neste momento sagrado. Ver pornô com som atualmente se compara à comprar sua primeira Playboy nos anos 80, é um rito de passagem, uma demonstração para o mundo de que (mesmo que por pouco tempo), você é o dono do mundo (Vocês que manjam, tem alguma versão pornô de Titanic?).



16 - Nada é perfeito

Menos ele.

Perfeição é um troço interessante, já que é um conceito altamente relativo, e depende de uma inifidade de variáveis, ou seja, perfeição é utopia... ou burrice... ou ambos. E é aqui que entra a metalinguagem: mesmo que exista algo ou alguém perfeito em algum lugar do universo, ele (ou ela) só será perfeito para um determinado grupo de indivíduos, que também serão perfeitos para outros indivíduos, e assim vai, formando todo um ciclo vicioso, que tem como únicos "pontos de parada" a imperfeição e a relatividade, que, como eu disse, abrangem uma quantidade gigantesca de variáveis, logo, nada na porra do universo já foi, é ou será perfeito.


17 - Nunca teremos respostas

Ou as perguntas certas.

Desde que o ser humano se entende por ser humano, surgiram algumas perguntas acerca da existência como um todo, as clássicas "quem somos?", "de onde viemos?",  "para onde vamos?" e "o que é essa coisa em chamas vindo do céu?", e bem, de fato já respondemos algumas delas, como a "quem veio antes?" e "sabe o que é uma boa ideia...?". Mas é claro que ficamos insatisfeitos com isso tudo, afinal, umas não tinham resposta e outras eram fáceis demais, então resolvemos encher o saco de quem não ligava para nada disso e criamos as artes, a linguagem "padronizada" , a ciência e as torcidas organizadas, o que só gerou mais trabalho e mais perguntas, e repetimos essa mesma fórmula há milhares de anos... somos tão bons nas indagações quanto em provocar a morte... somos tipo o Ozzy.



Minha conclusão

Cambaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaddaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa nem acredito que mais um post chega ao final... como é legal poder escrever esse subtítulo de novo... devia fazer isso mais vezes.

Enfim, as verdades absolutas estão aí porque resolvemos que a vida era fácil demais antes delas, e como nunca estamos satisfeitos com nada que já temos, criamos coisas novas todos os dias, vejam o amor: estávamos muito bem com os casamentos arranjados e decisões político-sociais, e aí resolvemos criar essa coisinha, que pouco tempo depois surgiu o sertanejo-universitário... sem sombra de dúvidas a burrice é a qualidade mais importante do ser humano.

Seja como for, devemos ao menos tentar melhorar um pouco as coisas, responder umas perguntas e tudo mais, afinal, preocupação é bom, mas sobrecarga explode coisas. E sim, eu sei que há outras verdades, mas para um primeiro momento está bom, principalmente se for considerar que faz quase um mês que não tem post e que de cara mando um post tipo esse... vocês deviam mais é agradecer pela possibilidade de entender um pouco mais essa coisa brega e estranha que é a vida. E sim, eu sei que o Pikachu não evoluiu porque não quis.

Mas é isso aí cambada, são 6:59 DA TARDE  (vejam que milagre!), com post novo no ar, boas chances de post semana que vem, estou de bom humor (dia incomum esse) e ainda por cima não tenho que xingar nenhum de vocês, até porque cês não existes: SIM, voltamos ao bom e velho blog-chato-e-sem-leitores-reais... nada que essa campanha sem post não curasse... vocês me enchem de orgulho.

See ya!
Related Posts with Thumbnails