sábado, 7 de abril de 2012

Top X Idiotices para escrever no gesso

 Aaaaaaaaaaaaaaaaaaeeeeewwww cambaaaaaaaadaaaaaaaaa!!!!!!

E sim, faz um bom tempo que eu não falava isso e, devo dizer, estava fazendo falta. Ainda na questão de clássicos bloguísticos deste blog, devo acrescentar que não faço a mínima ideia do que falar (ou escrever) hoje, e que também não há nenhum recado relevante... um dia clássico, como podem notar.

...

Mas eis que dentre minha coleção de temas-reserva encontro alguma coisa interessante e, pela primeira vez em quase cinco meses, teremos um Top X!!! Então, sem mais delongas, ao post!

Simbora!!!


Leite para ficar forte

Como toda criança cuja infância não foi baseada na nova temporada de Malhação, minha vida se resumia à brincar, o que gastava muita energia, e por consequência me fazia comer e beber, e dentre as bebidas, uma realmente importante era o leite: aquele troço branco que sai das vacas, cabras, búfalas e avestruzes. O leite, como creio que todos sabem, é um alimento rico em cálcio, que é responsável pela formação e fortificação dos ossos, o que significa que se você beber muite leite, você vira o Wolverine. Mas, é claro, não é algo que acontece de um dia para o outro, é um processo demorado, que leva muitos e muitos anos de aperfeiçoamento, e nesse meio tempo, fraturas são coisas quase que inevitáveis. 


1 - O seu nome

Caso você tenha algum nome tosco tipo, sei lá... Vinicius, escrevê-lo no gesso do seu amigo é um lembrete de que ele se fodeu. É claro que uma assinatura pequena, num canto, não faz mal algum, então é seu dever chegar primeiro e escrever seu nome, em letras garrafais, tomando o maior espaço possível, o que não só irrita seu amigo, como também impossibilida que pessoas mais legais e chatas escrevam alguma coisa sem graça. 


2 - Fazer uma seta e xingar a pessoa

Ou se você for bom de desenho...

Esse é um clássico, idiota, é verdade, mas ainda sim efetivo, principalmente com as mulheres. Acontece que o grande motivo por isso estar aqui, não é o seu xingamento, mas sim o enorme potencial filho da putisticamente que este ato tem. Tudo que você precisa é de uma caneta e outros amigos tão cuzões quanto você, você faz a seta, coloca um xingamento, e acrescenta algo como "coloque seu xingamento também", e passa a caneta para o próximo na fila. Em questão de minutos, o infeliz portador do gesso estará dizendo para todo mundo o quão viado, burro, arrombado, trouxa, babaca, bicha, ignorante e retardado ele é. 


3 - Fazer um depoimento à la Orkut

Eu sei que é difícil acreditar, mas o Orkut já foi bem diferente do que é hoje em dia. Ouve um tempo em que o máximo que se coseguia eram recados, depoimentos e trocas de putarias em comunidades, e bem, nessa época era algo totalmente normal. Mas como nada na vida é para sempre, o Orkut mudou, e vieram os scripts, os depoimentos prontos, os jogos, mudanças de aparência e afins, e foi mais ou menos nessa época em que o Orkut nos brindou com dezenas de milhares de idiotices, além da "Sorte do Dia".

Pois bem, passado essa parte, uma coisa que as pessoas atualmente costumam odiar são as coisas que a lembrou do Orkut, então é seu dever lembrá-las disso: escolha as piores frases, faça "gifs", use miguxes, enfim, use seu talento para foder totalmente com a alegria do engessado. 


4 - Escrever como outra pessoa

Das muitas artes que o ser humano desenvolveu, poucas são tão simples e efetivas quanto a falsificação de identidade. Não precisa ser como uma mulher gostosa, um traveco ou nada do tipo, mas uma simples confissão de amor como se fosse uma terceira pessoa conhecida já é o suficiente para que uma CPI seja armada.

O incrível desta técnica é que além de ser muito simples e sacanear com a vida de um monte de pessoas de uma vez, você ainda pode fazer com que todas as outras mensagens deixadas no gesso sejam de pessoas indignadas, afinal, deste quando o Carlos tá pegando a namorada baranga do Jorge?


5 - Desenhar

Há milhares e milhares de anos o ser humano (ou o mais próximo disso possível) desenvolveu a "pintura rupestre" e incrívelmente mantemos essa característica até os dias de hoje. Pode-se desenhar qualquer coisa num gesso, desde o modo que a pessoa ganhou aquele gesso até uma caricatura da mesma pessoa. Aliás, é uma boa oportunidade para você, pobre covarde, de fazer uma incrível e magnífica tatuagem de canetinha, o que lhe trará fama, dinheiro e mulheres entre as minas da escola.


6 - Mensagens informativas acerca da sua condição

Obviamente que quando você quebra uma parte do corpo, e a envolve numa camada grossa de gazes e pó, a parte coberta perde os movimentos, para que você não tenha um "L" no seu antebraço. Tal saúde tem um preço, e esse preço se resume à se tornar ainda mais inútil: dependendo de onde você quebrar, não poderá pegar nada, não poderá fazer força, não poderá andar, não poderá digitar, não poderá fazer tarefas domiciliares e não poderá bater punheta.

Como todos temos algum amigo consciente, este sempre estará preparado para auxiliá-lo, dizendo para todo mundo o que você não pode fazer, mas tem vergonha de pedir. É, de fato, uma tarefa nobre por parte do amigo, que irá deixar sua vida mais fácil... talvez você até arranje uma namorada... 


7 - Seu telefone... e os serviços que você presta

 Liguem e digam o que deu.

Eis um clássico de portas de banheiro público, mas que pode facilmente ser aplicado no gesso alheio. Não sei vocês, mas sempre que tenho um jornal em mãos (o que é raro na verdade), vou checar os classificados (depois das tirinhas), e claro, a maior quantidade é sempre de serviços oferecidos por gostosíssimas e discretíssimas acompanhantes... ou massagistas, como preferirem.

O texto deve ser curto e fácil de ler, porém deve deixar claro o serviço oferecido. De preferência, deve ser exposto na parte da frente do gesso, afinal, é para quem vê de longe e não de perto. Um detalhe importante é acerca do contato: nunca coloque "tratar aqui", mas sim o número de telefone (de preferência, residencial, já que se a pessoa não estiver, algum parente pode atender e passar o recado), além de acrescentar um "não aceito número restrito", afinal segurança é muito importante. 


8 - Uma declaração de amor

Apesar de toda a brincadeira envolvida, um gesso é um bom local para dizer o quanto você gosta de alguém, seja para realizar atos não cristãos seja apenas um "te considero pra caralho" de amigo para amigo. Sim, é verdade que o gesso é algo temporário, mas tal como as camisetas assinadas por toda a classe, é algo que a pessoa irá se lembrar, do mesmo jeito que irá se lembrar que dar grind numa escada de 12 lances é ligeiramente difícil.

É claro, você pode fazer um combo, juntando esta com a número 5 e a 1, deixando claro que o Abelardo é todo seu, e que nenhuma piranha mal comida vai roubá-lo de você, mas isso é apenas uma das muitas e muitas combinações que podem ser feitas. Apenas não faça um combo com a número 4, afinal, quem seria tão maldoso e sem coração à este ponto?




9 - Mural de recados e avisos

Sendo o gesso um troço branco e grande que você deve carregar por aí por algum tempo, nada mais justo que utilizá-lo para, ao menos por algumas semanas, deixar sua vida organizada. Basta uma simples tabela, os horários e pronto, você já pode dizer para todo mundo o quão sozinho e vagabundo você é, já que sua agenda está completamente vazia.

Você ainda pode fazer uma linha do tempo, um lembrete ou até mesmo estampar um "SIM, SUA ANTA, EU QUEBREI O BRAÇO", o que lhe poupará alguns minutos de conversa com tios e professores idiotas. Aliás, taí a ideia: escreva exatamente o que aconteceu com você, quanto tempo derá de ficar com o gesso e reclame da coceira e do calor, e pronto, não terá de explicar mais nada para ninguém.


10 - Desenhar um pinto

Porque, na real, é o que todos faremos.



11 - Preenchê-lo você mesmo

No fim, eis a conclusão mais saudável: você deve preencher totalmente seu próprio gesso, uma vez que se depender de qualquer outra pessoa, você irá se foder. Na internet é vários exemplos de desenhos/composições/artes que você pode fazer caso tenha a criatividade de uma pulga... aliás, é um tanto quanto chato preencher o próprio gesso... enfim, não é a primeira coisa que você quebra e definitivamente não será a última... e depois, sempre dá para passar corretivo.


Minha conclusão

Quebrar uma parte do corpo nunca é divertido. Pode ser divertido o que você estava fazendo antes e pode ser divertido o que escrevem no gesso (caso você não morra), mas o ato em si não é a definição de legal. Todos nós temos amigos filhos da puta, prontos para sacanearem com a sua vida, e um desses jeito é deixar uma marca no gesso, com o qual você terá de conviver por algum tempo, mas no fim das contas, você (e eles) irão se divertir com a coisa toda. Claro, você terá um braço mais claro que o outro e bem provavelmente alguém na rua irá achar que você é um refugiado venezuelano que pretende comer todas as putas de Copacabana, mas é um preço baixo à se pagar (ou quase).

Estando do outro lado, o de quem escreve no gesso, a coisa muda um pouco: é legal sacanear com seus amigos, mas se ele te bater com aquilo, doi nos dois... e aí você terá um gesso totalmente novo para escrever. Ainda sim, você pode escolher entre ser pau no cu, e ser sem graça, portanto, a melhor opção é ficar em cima do muro: sacaneie o desgraçado como se fosse outra pessoa e escreva seu nome de verdade, usando canetas diferentes... e suma com os corretivos numa área de 3 km.

Enfim, mais um sábado, mais um post... fazia tempo que não tinha um post nos velhos moldes aqui... e vou ter que decidir o que farei com a Era de Aquarius, a qual vocês, bando de filhos da puta, sequer leram... incrível como quase 3 anos depois ainda consigo me decepcionar com vocês, leitores imaginários. E não, eu nunca quebrei nada.

See ya!
Related Posts with Thumbnails

0 comentários: Aquela ,Ein ,Ein!, Eu, blog ,opinião ,internet, 1 ,2 ,3 ,4 ,5 ,6 ,7 ,8 ,9 ,0 ,top ,x ,coisas ,vê ,isso ,links ,semana ,post , contos ,de ,duendes ,até ,quando ,acordes , aviso ,acorde ,vícios ,matinais ,porquês ,e ,afins ,vida

Postar um comentário